Daniele Hypólito descarta aposentadoria e anuncia volta aos treinamentos em 2020 - Surto Olímpico

Pesquisar:

Arquivo do blog

Últimas Notícias

Daniele Hypólito descarta aposentadoria e anuncia volta aos treinamentos em 2020

Compartilhe


Após tirar um ano sabático em 2019, a ginasta Daniele Hypólito anunciou sua vota aos treinamentos em 2020, deixando de lado, qualquer rumor de que ela se aposentaria. Em entrevista ao blog 'Olhar olímpico', Daniele afirmou sua condição de voltar a competir em 2020:

"Minha meta é a ginástica. Independente do que eu vá competir ano que vem, minha meta é a ginástica. Eu amo isso que eu faço. Mesmo que eu não fosse competir, eu continuaria me mantendo no ginásio porque não sou uma pessoa que gosta de academia, gosto de fazer meu treino e depois ir fazer as minhas coisas. As questões eu tinha dado uma pisada no freio, participei do Dancing Brasil (Reality show de dança em que ficou em segundo lugar), mas voltando de férias em janeiro vou entrar firme e forte" explicou

Aos 35 anos, Daniele é considerada uma das maiores ginastas brasileiras da história, mas é considerada por alguns especialistas como uma ginasta que já deu o que tinha que dar. Daniele esteve nas olimpíadas de Sydney, Atenas, Pequim, Londres e Rio de Janeiro.

A única certeza é que Daniele disputará as competições nacionais por São Bernardo do Campo. Seleção, só se a comissão técnica a chamar: "Tenho que fazer minha parte que é estar bem, e de resto é uma comissão técnica que decide. É uma comissão técnica que define e faz a avaliação"

Daniele chegou a se colocar à disposição da seleção antes do mundial de 2019, mas foi preterida e assistiu de fora a não classificação da equipe do Brasil para Tóquio, mas evita buscar culpados sobre o fracasso: "O que aconteceu, o que deixou de acontecer, não cabe a mim responder. É como se eu também tivesse fora da Olimpíada, porque fiz parte desse processo quase por inteiro. Por ter dado uma pisada no freio eu estava vendo as cosias mais de fora, mas não deixei de fazer parte. Lesões são complicadas, mas outras coisas também complicam"

Com informações de olhar olímpico
foto: Ricardo Bufolin/CBG

Nenhum comentário:

Postar um comentário