Últimas vagas olímpicas diretas para atletas de Espingarda são distribuídas na Copa do Mundo de tiro esportivo em Lahti - Surto Olimpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Últimas vagas olímpicas diretas para atletas de Espingarda são distribuídas na Copa do Mundo de tiro esportivo em Lahti

Compartilhe

Entre os dias 13 e 23 de agosto foi disputada a Copa do Mundo de Lahti, na Finlândia, última chance para os especialistas em Espingarda no Tiro Esportivo conseguir uma vaga olímpica através de competição direta. 

Na Fossa Olímpica, sem a presença de Roberto Schmits, o medalhista de bronze nos Jogos Pan-Americanos, Alexey Alipov (RUS) venceu João Azevedo (POR) no tiro-desempate. Mauro de Filippis (ITA), medalha de prata no mundial ficou com a medalha de bronze. O resultado deu vagas olímpicas para Rússia e Portugal, enquanto o italiano segue na disputa por uma vaga. O Brasil foi representado por Dante Lanna e Emanuel Munaretto, que terminaram em 106º e 124º lugar respectivamente.

Na disputa feminina, o ouro foi para Penny Smith, que dominou a prova do início ao fim não deixando margens para a anfitriã Satu Makela-Nummela, que levou a prata e a vaga olímpica. Laetisha Scanlan foi responsável pela segunda bandeira australiana no pódio. A Austrália que já tinha uma vaga, garantiu a segunda.

A prova de Fossa mista que não dá vaga olímpica viu a vitória de San Marino (Alessandra Perilli e Gian Marco Berti) contra Bulgária (Selin Ali e Marin Kirilov). O time 1 da Itália, formado por Silvana Stanco e Giovanni Pellielo ficou com o bronze.


No Skeet feminino, Meng Wei foi campeão vencendo na final Caitlin Connor (USA). Amber English, também dos EUA, ficou com o bronze. Como EUA e Itália já tinham garantido duas atletas, as duas vagas olímpicas já tinham sido definidas na fase classificatória, com a alemã Nele Wissmer levando a segunda vaga ao terminar em 5º lugar.

No skeet masculino, última prova disputada na Copa do Mundo, Luigi Lodde levou o ouro, vencendo o francês Eric Delaunay no desempate. O egípcio Arzmy Mehelba ficou com o bronze. Como a Itália já tinha duas vagas garantidas, França e Egito ficaram com as vagas disponíveis para Tóquio-2020. Roberth Lucianno Vieira foi o único brasileiro no Skeet e terminou em 94º lugar.

Foto: Rosane / ISSF

Nenhum comentário:

Postar um comentário