Mundial de Levantamento de Peso 2017 - Dia 1 - Surto Olímpico

Pesquisar:

Arquivo do blog

Últimas Notícias

Mundial de Levantamento de Peso 2017 - Dia 1

Compartilhe
Começou na noite da terça-feira (29) o Mundial de Levantamento de Peso de 2017, em Anaheim, nos Estados Unidos.

Em uma edição que não conta com nove das maiores potências mundiais da modalidade, dentre elas China, Rússia e Bulgária, que estão suspensas devido aos sucessivos casos de doping e a Coréia do Norte, que boicotou o evento, países de menor tradição aproveitam pra realizar feitos inéditos,como subir ao pódio no mundial.

No primeiro dia de finais foram disputadas três categorias: -56 kg e -62 kg no masculino e -48 kg no feminino.

Ao contrário dos Jogos Olímpicos que dão medalhas apenas para os três melhores no somatório final, em mundiais os atletas ganham também por seus resultados nas provas de arremesso e arranque, separadamente. Entretanto, para efeitos de quadro de medalhas apenas os resultados do total são contados

Na categoria até 56 quilos no masculino o domínio foi total do vietnamita Thach Kim Tuan. O atleta que fez uma péssima participação nos Jogos Olímpicos do Rio, não conseguindo validar nenhum levantamento, se redimiu e venceu o arranque (126 kg), o arremesso (156 kg) e a soma total (279 kg). No pódio do total a prata também foi para um atleta do Vietnã, com Tran Le Quoq Toan. O bronze foi para Witoon Mingmoon, da Tailândia, em um completo domínio do sudeste asiático. Toan foi prata no arranque e bronze no arremesso enquanto Mingmoon foi prata no arremesso. Para quebrar o domínio asiático na categoria, o espanhol Josué Brachi conquistou um bronze para seu país, no arranque.

A categoria -62 kg definitivamente é colombiana. Se Oscar Figueroa, campeão olímpico do peso nos Jogos do Rio não está participando, seu compatriota, Francisco Mosquera não deixou por menos e levou o titulo mundial para o país sul-americano. Mosqueta levantou um total de 300 kg, conquistando do ouro no total e no arremesso (onde marcou 170 kg). A prata do total foi para o japonês Yoishi Itokazu (299 kg) e o bronze para o georgiano Shota Mishvelidze (298 kg). O interessante desta categoria é que oito atletas diferentes subiram ao pódio, se separarmos o arranque, o arremesso e o total.

Nenhum dos três atletas que fizeram a maior soma conseguiu pódio no arranque, que foi vencido pelo vietnamita Trinh Van Vinh (136 kg / o quarto ouro do país nesse mundial), seguido pelo coreano Ham Myeong-mok e pelo uzbeque Adkhamjon Ergashev. Os três foram irregulares no arremesso, que como mencionado foi vencido pelo colombiano. Ao contrário da maioria dos pódios com domínio asiático, o arranque da categoria -62 kg masculina foi totalmente latino americano. Prata e bronze para o México, respectivamente José Montes e Antonio Vasquez. Assim como o coreano, o uzbeque e o vietnamita, os mexicanos também fizeram uma prova irregular e uma boa. Assim, o pódio por total, o mais importante deste mundial, caiu no colo de Itokazu e de Mishvelidze, que mesmo não conquistando medalhas nas provas separadas, foram regulares e subiram ao pódio pelo total.

A tônica do primeiro dia de mundial, pódios dominados por asiáticos com intrusos colombianos  se repetiu na única categoria feminina do dia. A indiana Chanu Mirabai fez uma excelente competição para dar o título mundial para seu país. Conquistou o ouro no arremesso (109 kg) e no total (194 kg) e a prata no arranque ( 86 kg), com um quilo a menos que a campeã da prova, Thunya Sukcharoen, que foi vice campeã tanto no arranque quanto no total, neste perdendo também por apenas um quilo. Se Mirabai e Sukcharoen brigaram quilo a quilo por ouro e prata, os bronzes ficaram entre outra tailandesa e uma colombiana. Chiraphan Nathawong foi bronze no arranque, mas com uma atuação ruim no arremesso, o bronze tanto da prova quanto no total foi para a colombiana Ana Isis Segura, com um total de 182 kg, doze quilos a menos que a campeã Mirabai.

Confira os medalhistas do primeiro dia de mundial, considerando apenas os resultados da soma total, como é usado nos Jogos Olímpicos

- 56 kg Masculino
1 Thach Kim Tuan 🇻🇳 | 279kg
2 Tran Le Quoc Toan 🇻🇳 | 270kg
3 Witoon Mingmoon 🇹🇭| 267kg

- 62 kg Masculino
1 Francisco Mosquera 🇨🇴 | 300kg
2 Yoichi Itokazu 🇯🇵 | 299kg
3 Shota Mishvelidze 🇬🇪 | 298kg

- 48 kg Feminino
1 Chanu Mirabai 🇮🇳 | 194kg
2 Thunya Sukcharoen 🇹🇭 | 193kg
3 Ana Segura 🇨🇴 | 182kg


Nenhum comentário:

Postar um comentário