Mundial de Esportes Aquáticos 2017 - Último Dia - Surto Olímpico

Pesquisar:

Arquivo do blog

Últimas Notícias

Mundial de Esportes Aquáticos 2017 - Último Dia

Compartilhe
Foi encerrado neste domingo (30) o Mundial de Esportes Aquáticos, que foi realizado em Budapeste (HUN). O Brasil fechou o último dia sem medalhas e encerrou com duas medalhas de ouro, quatro de prata e duas de bronze, ficando em décimo lugar, sua segunda melhor campanha em número de medalhas, atrás apenas de Barcelona 2013, onde o Brasil terminou com 10 medalhas. Os Estados Unidos lideraram o quadro de medalhas, com larga vantagem para a China, que ficou em segundo lugar. A Rússia ficou em terceiro. Confira o resumo do último dia:

Natação

Nos 400m medley masculino,  Brandonn Almeida se classificou para final e terminou na sétima psoição, com o tempo 4m13s00. Chase Kalisz (USA) levou o ouro, batendo o recorde da competição com 4m05s90. Nos 400 medley feminino, Joana Maranhão fez o décimo primeiro tempo e não se classificou para final da prova, que foi amplamente dominada pela dama de ferro Katinka Hosszu (HUN), que fez 4m29s33.

Nos 50m peito feminino, Lilly King (USA) venceu a 'guerra' contra Yuliya Efimova (RUS), levando o ouro com direito a recorde mundial, com o tempo de 29s40. Efimova foi prata e Yulie Meile(USA) foi bronze.  Nos 1500m livre, Gregorio Paltrinieri (ITA) superou Mykhailo Romanchuk (UKR) e levou o ouro. Mack Horton (AUS) ficou com o bronze.

Nos 50m costas, Camile Lacourt (FRA) encerrou sua carreira com grande estilo, sendo tricampeão mundial da prova. O Francês de 32 anos fez o tempo de 24s35. Junya Koga (JPN) foi prata e Matt Grevers (USA) foi bronze.Nos 50m livre feminino, Sarah Sjostrom (SWE) encerrou com chave de ouro sua participação no mundial com mais um ouro na competição, o seu terceiro, com 23s69.Ranomi Kromowdjojo (NED) foi prata e Simone Manuel (USA), foi bronze.

No revezamentos 4x100m medley, o Brasil conseguiu chegar a final do masculino. Na decisão, o quarteto formado por João Gomes Júnior, Marcelo Chierighini, Guilherme Guido e Henrique Martins terminou na quinta posição. Os Estados Unidos foram ouro na prova, que deu o sétimo ouro de Caeleb Dressel, o grande nome desse mundial. A Grã Bretanha foi prata e a Rússia foi bronze. No feminino, Os Estados Unidos também foram ouro e com direito a novo recorde mundial, com 3m51s55. A Rússia foi prata e a Austrália foi Bronze.

High Diving

Steve Lo Blue (USA) levou o ouro na plataforma de 27m graças a Gary Hunt (GBR), que liderava até a última rodada quando errou o último salto, caindo para a quinta colocação. Michal Navratil (CZE) foi prata e Alessandro de Rose (ITA) foi bronze. O brasileiro Murilo Marques terminou na vigésima posição.

A próxima edição do mundial de esportes aquáticos será na cidade de Gwangju (KOR) em 2019.


foto: CBDA/ Divulgação

Nenhum comentário:

Postar um comentário