Comitê Organizador de Tóquio 2020 espera economizar 8.5 bilhão de Euros com nova distribuição de sedes - Surto Olímpico

Pesquisar:

Arquivo do blog

Últimas Notícias

Comitê Organizador de Tóquio 2020 espera economizar 8.5 bilhão de Euros com nova distribuição de sedes

Compartilhe

O Comitê Organizador de Tóquio 2020, o Comité Olímpico Internacional (COI) o Governo japonês e município da capital vão apresentar na terça-feira (29) uma nova distribuição das sedes para três modalidades, de modo a poupar 8.5 bilhões de euros.

Concretamente, já foram propostas as alterações das sedes inicialmente previstas para o remo, a canoagem, vólei e natação. As quatro partes estão reunidas desde o domingo (27) para analisar o impacto técnico e econômico das alterações propostas, devendo ser apresentadas na terça-feira as conclusões finais.


No caso do remo e canoagem, cujo orçamento inicial, projetado para a baía de Tóquio, estimava um custo de 436 milhões de euros, avalia-se a possibilidade de transferir as provas para as instalações já existentes em Miyagi. Quanto ao vôlei, os responsáveis avaliam a possibilidade de reduzir a dimensão na Ariake Arena, local previsto pra receber a modalidade, e adaptar o estádio de Yokohama.

Em relação a natação, cogita-se reduzir a capacidade do novo Centro Aquático de Tóquio de 20 mil para 15 mil espectadores.

A proposta foi apresentada em 22 de novembro pelo comitê organizador e, se for aprovada, o orçamento global do evento será de quase 17 bilhões de euros. As contas finais ficarão definidas depois de aprovadas alterações aos locais das sedes de algumas modalidades de forma a reduzir custos.

A primeira estimativa, apresentada ao COI em 2013, ainda durante processo de candidatura, rondava os 6,3 bilhões de euros.

Foto: Inside the Games
Com informações de: Diário Record



Nenhum comentário:

Postar um comentário