Sem plano B, CBV espera renovar com Bernardinho em quinze dias

As chances de Bernardinho assumir a seleção masculina de vôlei por mais ciclo continua viva. Ao menos para CBV. Em entrevista no lançamento da edição 16/17 da Superliga, Ricardo Trade, CEO da Confederação brasileira de vôlei, afirmou que espera renovar o contrato de Bernardinho nos próximos dias.

"Não temos plano B para técnicos da seleção, apenas A, que é Bernardinho e Zé Roberto. Não demos prazo para ele, mas queremos fechar ainda neste ano.Acho que em 15 dias vamos resolver isso. Vamos deixá-lo pisar no Brasil e conversar com a família dele." Afirmou

Bernardinho está voltando ao Brasil após estar em Manilla, Filipinas, para a disputa do mundial interclubes de vôlei feminino, comandando Sesc/Unilever/Rio de Janeiro, que terminou a competição em quinto. 

Bernardinho, que já afirmou querer participar do ciclo para Tóquio, mas não sabe se na função de técnico, chegou a ser convidado a comandar a seleção masculina do Japão. A sua família terá um importante papel nessa decisão: "Ele está levando isso em consideração. A dúvida acho que é a família, e se fica com um time ou com dois (seleção e o Rio de Janeiro). Ficar com os dois é pesado, a família está cobrando. Eu conversei com ele uma semana antes da viagem. Dei tranquilidade a ele para viajar e cuidar do time no Mundial. Falei para ele pensar " explicou Trade

O próximo compromisso oficial do vôlei masculino é a Liga Mundial, em junho de 2017.


foto: CBV/Divulgação

0 Comentários