Últimas Notícias

Pré-Olímpico da Ásia de Futebol Feminino - Dia 04

Austrália comemora o segundo gol contra a Coreia do Norte, marcado por Katrina Gorry (foto: Westfield Matildas)
A quarta rodada do pré-olímpico asiático de futebol feminino foi responsável por definir as duas seleções classificadas para os Jogos do Rio de Janeiro. Austrália e China garantiram as vagas com uma rodada de antecedência e abriram sete e cinco pontos, respectivamente, de vantagem para a terceira colocada Coreia do Norte. De quebra, as Matildas mantiveram o 100% de aproveitamento.

O time australiano, que precisava somente de um empate, venceu as norte-coreanas pelo placar de 2x1 em um jogo muito disputado. Michelle Heyman e Katrina Gorry marcaram para as Matildas nos períodos em que a seleção levava mais pressão do ataque adversário. O gol de honra coreano (até então o do 1x1) fora marcado por Kim Su-gyong.

Já a China venceu a Coreia do Sul por 1x0 no jogo que abriu a rodada. Com um solitário gol de Wang Shanshan marcado no final da primeira etapa, as chinesas garantiram uma vaga em Olimpíadas que não vinha desde 2008, quando o país foi o responsável por sediar os Jogos. Esse foi o primeiro trabalho do francês Bruno Bini à frente das Steel Roses em uma competição oficial.

No jogo que serviu para cumprir tabela, já que as duas seleções se encontravam eliminadas ainda na rodada anterior, o anfitrião Japão apagou um pouco as atuações ruins e venceu o Vietnã pelo placar de 6x1. Os gols Nadeshiko foram marcados por Mana Iwabuchi, Shinobu Ohno, Nahomi Kawasumi, Emi Nakajima, Kumi Yokoyama e Yuki Ogimi. Huỳnh Như marcou para as vietnamitas de pênalti.

0 Comentários

.

APOIE O SURTO OLÍMPICO EM PARIS 2024

Sabia que você pode ajudar a enviar duas correspondentes do Surto Olímpico para cobrir os Jogos Olímpicos de Paris 2024? Faça um pix para surtoolimpico@gmail.com ou contribua com a nossa vaquinha pelo link : https://www.kickante.com.br/crowdfunding/ajude-o-surto-olimpico-a-ir-para-os-jogos-de-paris e nos ajude a levar as jornalistas Natália Oliveira e Laura Leme para cobrir os Jogos in loco!

Composto por cinco editores e sete colaboradores, o Surto Olímpico trabalha desde 2011 para ser uma referência ao público dos esportes olímpicos, não apenas no Brasil, mas em todo o mundo.

Apoie nosso trabalho! Contribua para a cobertura jornalística esportiva independente!

Digite e pressione Enter para pesquisar

Fechar