Últimas Notícias

Franceses do Taekwondo aproveitam treinamento no Rio de Janeiro para conhecer cultura brasileira


O Intercâmbio de Treinamento entre os atletas brasileiros e franceses que se realizou na última semana, no Rio de Janeiro, terminou com um balanço muito positivo, para todos os participantes envolvidos.  A equipe francesa, que conta com quatro atletas classificados para os Jogos Olímpicos do Rio, aproveitou a sua vinda ao Brasil para conhecer um pouco da cultura e do cotidiano dos brasileiros, para além dos treinamentos com os nossos atletas.

Para Yasmina Aziez, classificada para os Jogos de 2016 na categoria -49Kg, “este camping de treinamento nos permitiu mergulhar na vida dos brasileiros, viver um pouco como eles, conhecer a mentalidade deles, como eles treinam,  etc”. “Para mim, está sendo uma grande experiência. Já tinha vindo duas vezes para treinar com atletas brasileiros e sempre é muito produtivo. Amo a cultura e os brasileiros, pois são muito simpáticos e acolhedores. Para mim é uma grande oportunidade para aproveitar cada minuto e cada dia de treinamento com estes atletas”, acrescentou a francesa.

Gwladys Epangue,  grande ícone mundial na categoria +67kg, partilhou da opinião de Yasmina e elogiou tudo o que encontrou no Rio de Janeiro. “Está sendo uma grande experiência, pois estamos aproveitando este treinamento com os atletas brasileiros, que estão fazendo um trabalho bem forte conosco.  Encontramos aqui ótimas condições de treinamento, fomos bem recebidos por uma equipe muito competente, estamos aproveitando o ótimo clima, e a junção de todos estes fatores está fazendo desta semana uma grande experiência. Conheço alguns atletas do Brasil e penso que são grandes lutadores e hoje sinto um grande prazer de poder estar aqui treinando com eles”, explicou a medalhista olímpica e bicampeã mundial.

Para os atletas brasileiros, a experiência de treinamento com os franceses foi igualmente produtiva e importante. “Treinar com eles, que são de um nível internacional fortíssimo, sempre é bom e nos agrega muito valor. Essa experiência de treinar com várias medalhistas internacionais é muito gratificante e proveitosa. Estamos nos ajudando mutuamente, dando várias dicas, uns para os outros. Não há rivalidade fora do tatame nem nos treinamentos. Nós exigimos  o melhor deles e eles o melhor de nós. É bem saudável essa convivência”, explicou Talisca Reis, que enfrentou e venceu a francesa Yasmina Aziez no evento-teste do Taekwondo.

Talita Djalma, que ainda está na corrida da vaga olímpica também falou da relevância deste treinamento para a sua preparação. “É muito importante treinarmos com pessoas diferentes, ainda mais com os franceses, que são atletas de altíssima qualidade. Isso dá uma noção real de como estamos, do que temos que melhorar. O Taekwondo é o mesmo, mas somos de escolas diferentes, então, com certeza, nos agrega muito esta interação e troca de experiências. Nós aprendemos muito com eles e eles conosco. Eles vieram com um coração muito aberto,  estão dando o seu melhor e vamos dando dicas uns aos outros e nos ajudamos mutuamente”, revelou a atleta da categoria -57Kg.

Na opinião da Coordenadora Técnica da CBTKD, Natalia Falavigna, este camping foi uma iniciativa bastante importante para o Brasil. “Mesmo não tendo  aqui todos os nossos principais atletas, que estão brigando pela vaga nos Jogos Olímpicos, todo o intercâmbio que traga desenvolvimento para o nosso esporte é bom. Portanto,  os atletas que estão aqui, são atletas que brigam pelas primeiras colocações, que estão entre os quatro ou cinco primeiros do Ranking, então para eles é importante esse desenvolvimento de poder treinar com uma equipe francesa que tem quatro atletas que vão para os Jogos Olímpicos. São jovens e têm muito a aprender e absorver. Estão muito motivados e acho que é válida essa interação e esse aprendizado”, concluiu.

Foto: Divulgação

0 Comentários

.

APOIE O SURTO OLÍMPICO EM PARIS 2024

Sabia que você pode ajudar a enviar duas correspondentes do Surto Olímpico para cobrir os Jogos Olímpicos de Paris 2024? Faça um pix para surtoolimpico@gmail.com ou contribua com a nossa vaquinha pelo link : https://www.kickante.com.br/crowdfunding/ajude-o-surto-olimpico-a-ir-para-os-jogos-de-paris e nos ajude a levar as jornalistas Natália Oliveira e Laura Leme para cobrir os Jogos in loco!

Composto por cinco editores e sete colaboradores, o Surto Olímpico trabalha desde 2011 para ser uma referência ao público dos esportes olímpicos, não apenas no Brasil, mas em todo o mundo.

Apoie nosso trabalho! Contribua para a cobertura jornalística esportiva independente!

Digite e pressione Enter para pesquisar

Fechar