Últimas Notícias

100% de aproveitamento do Brasil no Grand Slam masculino do Rio do Circuito Mundial de Vôlei de Praia


O Brasil segue 100% Grand Slam do Rio de Janeiro Circuito Mundial de Vôlei de Praia. Todas as quatro duplas brasileiras masculinas que estavam na disputa da fase de grupos garantiram a classificação e continuam sonhando com o ouro na capital carioca. Nesta quinta-feira (10.03), as parcerias nacionais venceram seis partidas e contribuíram para manter o bom desempenho do país anfitrião.


Com os resultados do dia, Alison e Bruno Schmidt conquistaram a primeira colocação no grupo e avançaram direto para as oitavas de final. Ricardo/Emanuel (BA/PR), Álvaro Filho/Vítor Felipe (PB) e Pedro Solberg/Evandro (RJ) precisarão disputar a repescagem. 

Uma das duplas que representará o Brasil nos Jogos Olímpicos do Rio, Alison/Bruno Schmidt iniciou essa quinta-feira com vitória sobre os mexicanos Virgen e Ontiveros por 2 sets a 0 (21/15 e 21/19), em 39 minutos. Já no fim do dia, os brasileiros superaram os italianos Nicolai e Lupo por 2 sets a 1 (21/17, 18/21 e 15/13), em 53 minutos. Como já tinham conquistado uma vitória sobre os americanos Olson e Casebeer por 2 sets a 0 na quarta feira, a dupla terminou a fase de grupos invicta. 

O vice-campeão olímpico Alison comentou sobre o bom início da dupla no Grand Slam do Rio. “Nossa preparação está sendo toda voltada para os Jogos Olímpicos e acabamos sentindo um pouco mais, porém foi um bom começo. O jogo contra o time italiano foi muito difícil e um grande espetáculo”, afirmou Alison. 

Primeira dupla masculina brasileira a entrar em ação na quadra central da arena montada na praia de Copacabana nesta quinta-feira, Álvaro Filho/Vítor Felipe foi superada por Brouwer/Meeuwsen (HOL) por 2 sets a 0 (21/19 e 23/21), em 48 minutos. Na sequência, os paraibanos se recuperaram e venceram os turcos Giginoglu e Gögtepe por 2 sets a 0 (21/10 e 21/17), em 36 minutos. Na quarta-feira, os brasileiros já haviam vencido a dupla espanhola Herrera/Gavira por 2 sets a 0. 

Para Vítor Felipe, a vitória sobre a dupla turca Giginoglu/Gögtepe teve um gostinho especial. O jogador completou 25 anos e foi homenageado na Arena. 

“Nunca tinha tido a experiência de ouvir o público cantando parabéns para mim, em quadra. Esse segundo jogo de hoje foi um presente, pois conseguimos imprimir um bom ritmo. O primeiro (contra os holandeses Brouwer/Meeuwsen) foi decidido nos detalhes e nossos adversários levaram a melhor. Estou muito feliz com o ritmo do torneio”, disse Vítor Felipe. 

Campeões olímpicos em Atenas 2004, Ricardo e Emanuel (BA/PR) se recuperaram da derrota na estreia para os poloneses Fijalek e Prudel e deixaram a Arena nesta quinta-feira com duas vitórias. No primeiro jogo, eles superaram os holandeses Nummerdor e Varenhorst por 2 sets a 0 (21/19 e 22/20), em 42 minutos, e, na sequência, venceram os russos Liamin e Barsouk pelo mesmo placar, com parciais de 21/17 e 21/17, em 39 minutos. 

O paranaense Emanuel, que está se despedindo das areias nessa competição, fez uma análise das partidas desta quinta-feira. 

“Não foi dessa vez que deixei as quadras. O importante foi ter jogado bem já pensando nos jogos seguintes. Nesse Grand Slam estou conseguindo meu objetivo que é terminar a carreira de forma correta e digna jogando em alto nível”, garantiu Emanuel.

A última parceria verde e amarela a entrar em quadra foi Pedro Solberg/Evandro (RJ). Já classificados para os Jogos Olímpicos do Rio, eles precisavam da vitória para se manterem vivos na competição e conseguiram. No último jogo do dia, eles venceram os alemães Bockermann e Fluggen por 2 sets a 1 (21/18, 19/21 e 15/8), em 48 minutos. Mais cedo, eles foram superados pelos italianos Ingrosso M. e Ingrosso P por 2 sets a 1 (19/21, 21/15 e 15/11), em 1h02 de jogo. Na quarta-feira, os cariocas haviam estreado na competição com derrota para os suíços Beeler e Strasser por 2 sets a 0. 

A competição segue na sexta-feira (11) com a repescagem e as oitavas de final. Os jogos acontecem a partir das 10h, em Copacabana, e tem entrada franca. A grande final acontece no domingo (13). 

Foto: CBV

0 Comentários

.

APOIE O SURTO OLÍMPICO EM PARIS 2024

Sabia que você pode ajudar a enviar duas correspondentes do Surto Olímpico para cobrir os Jogos Olímpicos de Paris 2024? Faça um pix para surtoolimpico@gmail.com ou contribua com a nossa vaquinha pelo link : https://www.kickante.com.br/crowdfunding/ajude-o-surto-olimpico-a-ir-para-os-jogos-de-paris e nos ajude a levar as jornalistas Natália Oliveira e Laura Leme para cobrir os Jogos in loco!

Composto por cinco editores e sete colaboradores, o Surto Olímpico trabalha desde 2011 para ser uma referência ao público dos esportes olímpicos, não apenas no Brasil, mas em todo o mundo.

Apoie nosso trabalho! Contribua para a cobertura jornalística esportiva independente!

Digite e pressione Enter para pesquisar

Fechar