Duplas masculinas do Brasil têm saldo positivo na estreia no Aberto de Maceió de Vôlei de Praia


O primeiro dia da chave principal do Aberto de Maceió do Circuito Mundial de Vôlei de Praia foi bastante movimentado no naipe masculino. Nesta quarta-feira (24.02) cada uma das 32 duplas da competição entrou em quadra duas vezes. O Brasil, que tem sete representantes no torneio, teve saldo positivo com nove vitórias em 14 partidas. A jornada serviu também como estreia de Pedro Solberg/Evandro (RJ) na temporada.

A última participação da dupla carioca foi na quinta parada do Circuito Brasileiro, em Curitiba (PR), no início de dezembro passado quando ficaram com o bronze. Desde então a parceria que estará nos Jogos Olímpicos Rio 2016 seguiu o planejamento focado no megaevento esportivo, que acontece em agosto. Na primeira partida oficial nesta temporada Pedro e Evandro levaram a melhor sobre Peter/Golindano (VEN) por 2 sets a 0 (21/14 e 26/24), em 41 minutos.

“Eu ficava vendo o Circuito Brasileiro pela TV e me dava uma vontade de estar lá, mas pela programação de nossa comissão técnica só estrearíamos aqui em Maceió. Foi um pouco estranho ver os jogos sem eu e o Pedro lá disputando. Mas entramos em um acordo com nossa comissão e chegamos a essa decisão. Fiquei agoniado, mas agora chegou a hora que mais queríamos que é voltar a jogar em competição. É muito bom estar dentro de quadra, pois estamos fazendo o que a gente ama”, confessou Evandro.

No segundo jogo que disputou a dupla carioca superou o medalhista olímpico Plavins e o parceiro Regza, da Letônia por 2 sets a 1 (22/20, 15/21 e 15/12), em 55 minutos. A torcida foi fundamental no resultado favorável aos brasileiros. Apesar da vitória, Pedro Solberg acredita que o desempenho ainda está abaixo do esperado.

“Aqui a torcida tem muita força. Mas acho que hoje eu não soube aproveitar isso para o nosso lado, mas ganhamos. Isso é que importa: saber ganhar mesmo jogando mal. Soubemos ganhar num dia que as coisas não estavam acontecendo, de uma forma ou de outra, nossa postura não foi muito boa nos dois primeiros sets, mas melhoramos no tie break, e só por isso conseguimos a nossa vitória. Foi uma lição para a gente ter terminado o jogo bem. A torcida às vezes estará a favor, às vezes estará contra, mas teremos que saber usá-la mais”, explicou o atleta.

Outras duas duplas brasileiras também garantiram os 100% nesta quarta-feira. Guto/Saymon (RJ/MS) venceu Semenov/Krasilnikov (RUS) por 2 sets a 1 (21/15, 18/21 e 15/8), em 46 minutos na primeira rodada. Mais tarde a jovem dupla voltou à quadra e novamente conseguiu o resultado positivo no terceiro set, desta vez contra os gêmeos italianos Matteo e Paolo Ingrosso (18/21, 21/18 e 15/10), em 52 minutos. Os paraibanos Álvaro Filho e Vítor Felipe bateram Caminati/Rossi (ITA) por 2 sets a 1 (21/16, 19/21 e 15/13), em 1h01, e depois Ermacora/Pristauz-Telsnigg (AUT) novamente no tie break (21/15, 17/21 e 15/6), em 48 minutos.

Os demais times do Brasil alternaram uma vitória e uma derrota. Thiago e George (SC/PB) foram os primeiros a entrarem em quadra. No entanto, sofreram o revés para a parceria dos Estados Unidos formada pelo campeão olímpico em Pequim 2008 Phil Dalhausser e Nicholas Lucena, 2 sets a 0 (21/18, 21/12), em 36 minutos. Na partida seguinte Thiago e George conseguiram a recuperação e bateram Losiak/Kantor (POL) por 2 sets a 1 (18/21, 22/20 e 15/13), em 52 minutos.

Bruno/Hevaldo (AM/CE) passou por Erdmann/Mtysik (ALE) por 2 sets a 1 (21/19, 15/21 e 19/17), em 56 minutos. Depois o amazonense e o cearense não conseguiram superar os primos chilenos Marco e Esteban Grimalt. Os rivais sul-americanos levaram a melhor por 2 sets a 0 (21/14 e 21/13), em 29 minutos.  André/Oscar (ES/RJ) estreou com vitória sobre Krou/Rowlandson (FRA) por 2 sets a 1 (20/22, 21/19 e 16/14), em 56 minutos. Na partida seguinte André e Oscar perderam para Schalk/Saxton (CAN) por 2 sets a 0 (32/30 e 21/19), em 50 minutos.

O campeão olímpico Ricardo joga em Maceió ao lado e Harley (Emanuel sofreu uma lesão na mão e não participa da etapa). Os dois experientes atletas começaram o dia com vitória suada sobre Fijalek/Prudel (POL) por 2 sets a 1 (18/21, 21/15 e 15/13), em 59 minutos. Mais tarde eles foram superados pelos atuais campeões Pan-Americanos, os mexicanos Juan Virgen e Lombardo Ontiveros, por 2 sets a 1 (15/21, 21/15 e 15/10), em 53 minutos.

A competição segue nesta quinta-feira (25.02) com mais duas rodadas da fase de grupos do torneio feminino. Os jogos acontecem a partir das 8h, e a arena montada na praia da Pajuçara têm entrada franca. A grande final acontece no domingo (28.02). 

Foto: CBV

0 Comentários