Duplas femininas do Brasil tem bom começo no Aberto de Maceió de Vôlei de Praia


A rodada de abertura do torneio feminino do Aberto de Maceió (AL) do Circuito Mundial de Vôlei de Praia foi bastante proveitosa para o Brasil. Nesta quarta-feira (24.02) cinco das sete duplas nacionais conseguiram superar as rivais e deram o primeiro passo para a conquista do ouro na etapa alagoana do Circuito Mundial. Entre as que estrearam com resultado positivo estão Ágatha e Bárbara Seixas (PR/RJ), atuais campeãs mundiais, que ainda não tinham entrado em quadra em 2016.

“Eu a Bárbara nunca ficamos tanto tempo sem jogar. Nossa última competição terminou no dia 15 de novembro. Apesar de nossa preparação seja visando os Jogos Olímpicos, chegamos aqui com muita vontade de jogar, depois de três meses sem ter aquela adrenalina do jogo, estávamos sentindo falta. Estamos muito motivadas. Maceió só traz coisas boas para nós, achamos que é uma das praias mais bonitas do Brasil. Nos sentimos muito bem”, disse a paranaense Ágatha depois da vitória sobre Zonta/Benet (ARG) por 2 sets a 0 (21/8 e 21/15, em 35 minutos.

A praia da Pajuçara traz boas recordações para a dupla, que conquistou aqui o SuperPraia 2015 antes de começarem a corrida olímpica. Para Bárbara Seixas jogar na capital alagoana é sempre uma experiência aprazível.

“Jogar aqui em Maceió é muito gostoso, a torcida sempre acolhe a gente de braços abertos. Ajuda no nosso desempenho dentro de quadra. Mas ainda faltam muitos jogos para podermos conquistar outro título aqui”, comentou a carioca. A dupla, que terminou 2015 como líderes do ranking mundial, não disputava uma partida desde o Open de Bauru (SP), em novembro. Voltar à quadra depois de tanto tempo aumentou ainda mais a ansiedade para a disputa do torneio.

“Sempre dá aquele friozinho na barriga. A gente vai jogar 20, 30 anos e essa sempre iremos sentir esse friozinho antes de começar o torneio, principalmente no primeiro jogo que é preciso sentir a quadra, o vento. A gente gosta de competir, de sentir essa adrenalina, estávamos com saudades. Mas também entendemos que é um processo, nossa pré-temporada ainda está acontecendo, pois queremos chegar em agosto com 200%”, completou Bárbara.

Além da partida entre Ágatha/Bárbara Seixas (PR/RJ) e as argentinas, outros seis jogos marcaram a estreia brasileira no torneio feminino. A outra dupla brasileira classificada para a Rio 2016, Larissa/Talita (PA/AL), venceu Pazo/Agudo (VEN) por 2 sets a 0 (21/10 e 21/14), em 33 minutos. Rachel/Ângela (RJ/DF) foi superada por Ludwig/Walkenhorst (ALE) por 2x0 (21/17 e 21/19), em 43 minutos.

Campeãs da sétima etapa Open do Circuito Brasileiro, realizada em Natal (RN) no último fim de semana, Juliana e Taiana (CE) conseguiram superar Schwiger/Hansel (AUT) em dois sets (21/11 e 21/13), em 33 minutos. Val/Josi (RJ/SC), que levou o título da etapa de Ancón (PER) no Circuito Sul-Americano no domingo (21.02), acabou derrotada por Meppelink/Van Iersel (HOL) por 2 sets a 0 (21/16 e 21/14), em 34 minutos.
Duda e Elize Maia (SE/ES), que na última temporada conseguiram duas medalhas (prata na República Tcheca e bronze no México), venceram Baquerizo/Liliana (ESP) por 2 sets a 0 (21/14 e 21/18), em 34 minutos. Completando a sequência de jogos com representantes do brasil no torneio feminino, Lili e Maria Elisa (ES/PE) bateram Lehtonen/Lahti (FIN) por 2 sets a 0 (21/19 e 21/16), em 40 minutos.
“Acho que eu e Lili ganhamos na tática, a Lili fez bons bloqueios e eu fiz boas defesas. O nosso diferencial é essa combinação do bloqueio dela com a minha defesa. A Lili também estava perfeita na virada de bola. No somatório geral foi o que nos trouxe a vitória. É muito bom jogar feliz, eu sempre admirei minhas parcerias. Todos os atletas adoram jogar aqui porque é tudo perto, a praia é maravilhosa, o público comparece e chega com vontade. Só tem energia boa. Jogar o mundial aqui com a torcida toda ao nosso favor é muito bom”, contou Maria Elisa.

A competição segue na quinta-feira (25) com mais duas rodadas da fase de grupos do torneio feminino. Os jogos acontecem a partir das 8h, e a arena montada na praia da Pajuçara têm entrada franca. A grande final acontece no domingo (28). 

Foto: CBV

0 Comentários