Surto História: o renascimento dos Jogos Olímpicos na Era Moderna - Surto Olímpico

Pesquisar:

Arquivo do blog

Últimas Notícias

Surto História: o renascimento dos Jogos Olímpicos na Era Moderna

Compartilhe
Barão Pierre de Coubertin
                 
O interesse da Grécia em reviver os Jogos Olímpicos começa com a Guerra Grega da Independência, para se libertar do Império Otomano, em 1821. A idéia foi proposta inicialmente pelo poeta e editor de jornal Panatiotis Soutsos. O milionário filantropo grego Evangelis Zappas, escreveu uma carta ao Rei Otto da Grécia, em 1856, oferecendo fundos para o renascimento dos Jogos Olímpicos, e com esses fundos foram disputados os Jogos Olímpicos de 1859 (conhecidos como Jogos de Zappas) , em Atenas, com atletas da Grécia e do Império Otomano tomando parte deles.

O estádio Panathinaiko sediou os jogos em 1870 e 1875. Cerca de trinta mil espectadores assistiram aos jogos em 1870 (os jogos de 1875 não tiveram registro de público). Após os Jogos Olimpianos de Wenlock, em 1890, o Barão Pierre de Coubertin se inspirou nas idéias desses jogos com o objetivo de estabelecer Jogos Olímpicos internacionais sendo disputados em sedes diferentes a cada quatro anos.

As idéias de Coubertin foram apresentadas durante o primeiro Congresso Olímpico, do recém-criado Comitê Olímpico Internacional. Esta reunião foi realizada de 16 a 23 junho de 1894, na Sorbonne, em Paris. No último dia do congresso, foi decidido que os primeiros Jogos Olímpicos, a entrar sob os auspícios do COI, teria lugar dois anos mais tarde, em Atenas.

Fonte: Wikipedia

2 comentários:

  1. É deste período a frase atribuída ao Cobertin? Sobre a importância ou não de ganhar e competir?

    ResponderExcluir
  2. sim Ron, a frase é do próprio Barão de Coubertin.

    ResponderExcluir