Para ex-técnico, Milos Raonic pode chegar ao Nº 1 do tênis - Surto Olímpico

Pesquisar:

Arquivo do blog

Últimas Notícias

Para ex-técnico, Milos Raonic pode chegar ao Nº 1 do tênis

Compartilhe

Galo Blanco, espanhol e ex-técnico que trouxe Milos Raonic ao top 15 antes de sua arrancada com Ivan Ljubicic ao top 10 nesta temporada, destacou que o ex-pupilo tem condições de atingir seu sonho e se tornar o número 1 do ranking. A entrevista foi para o site Planeta Tênis.

"Desde que começamos, quando tinha 19 anos, me disse que estava disposto a vir para Barcelona e que seu objetivo era ser o número 1 do mundo e queria saber seu poderia ajudá-lo a chegar lpa", disse Galo: "Sabia que ele tinha potencial,não era questão apenas de pensar "ah, quero ser número 1". Acho que todos querem isso. Mas o esforço e o trabalho que vai ter para alcançá-lo. Ele tinha na época coisas boas e ruins, mas a melhor é a ambição e o trabalho que colocava a cada dia nos treinos".

Ao ser perguntado se pode chegar lá, Galo responde: "Sim.A história com o tênis é que não houve a mudança de geração que normalmente há. Então o que aconteceu com ele ? Era um dos jovens mais ambiciosos que vinham atrás. Na geração dele tem o Dimitrov, Tomic que está mais com outras coisas do que o tênis e ainda ninguém de 93, 94 e 95 até surgir o Kyrgios este ano. Há um buraco que se não houver ninguém, quando Federer, Djokovic e Nadal desaparecerem, estes vão subir. Vai ter a oportunidade de ser número 1 ou ficar perto".

Segundo Blanco, o motivo do rompimento foi o desgaste: "A dupla técnico-jogador é como um casamento. No nosso caso éramos muitos próximos. Convivíamos 24 horas juntos e quando se convive tanto fica igual a pai e filho, o que teu pai diz parece que incomoda mais o que diz teu treinador. Então começamos a brigar muito e chegou o momento que vimos que nossa relação poderia se romper pelo que rolava. Não queria cruzar na rua com ele e não poder cumprimentá-lo. Então chegamos a um acordo para nos separar".   


Fonte: Site Tênis News

Nenhum comentário:

Postar um comentário