Bicampeã olímpica no Arremesso de Peso, neozelandesa se torna ícone no seu país


A referência na modalidade do Atletismo na atualidade, a atleta da Nova Zelândia Valerie Adams concorre ao prêmio Atleta do Ano da IAAF, Federação Internacional de Atletismo. Hoje com 30 anos, a neozelandesa passou por vários momentos complicados para chegar onde está atualmente e ser reconhecida como a melhor do mundo no Arremesso de Peso.

Com 1,93m de altura e 120kg, Valeria Adams teve seu primeiro contato com o esporte olímpico ainda aos 15 anos, quando vivenciou de perto os Jogos Olímpicos de Sydney 2000. Foi nesse período da vida em que a atleta perdeu sua mãe, vítima de câncer.

(Foto: getty images)


“Eu tinha 15 anos. Lembro de estar sentada no hospital. Minha mãe estava doente. Me lembro que ela estava dormindo, dopada por morfina, e eu assistia pensando ''meu Deus, um dia queria estar lá''. Nove horas da manhã do dia seguinte, ela faleceu. Foi uma época muito difícil para mim. Pensava o tempo todo em fazer minha mãe orgulhosa. Foi um momento difícil, mas ajudou a formar quem eu sou”, revela a atleta.

Campeã em praticamente tudo que participa, Valeria Adams levou Ouro nas Olimpíadas de Beijing 2008 e London 2012. Nos Mundias de Atletismo, a atleta é tetracampeã no outdoor e tricampeã no indoor (sendo o seu último título o de Sopot 2014), além de tricampeã também nos Jogos Commonwealth. No Diamond League, a atleta conquistou a marca de 20,59m de arremesso, quebrando seu recorde outdoor e o da competição.

“Aonde quer que eu vá, as pessoas olham. Isso é normal. É uma vantagem para mim ser alta, grande e forte. Eu deixo as pessoas intrigadas, com certeza. Existem pessoas loucas por ai”, comenta a neozelandesa que com tantos destaques acabou virando um destaque nacional.



Fonte: globoesporte.globo.com

0 Comentários