Em abertura do Brasileiro de Tiro com Arco, prefeito do Rio arrisca flechadas no Sambódromo - Surto Olímpico

Pesquisar:

Arquivo do blog

Últimas Notícias

Em abertura do Brasileiro de Tiro com Arco, prefeito do Rio arrisca flechadas no Sambódromo

Compartilhe

O Campeonato Brasileiro de tiro com arco teve início apenas nesta quinta-feira. Mas, ao menos na cerimônia de abertura, ocorrida nesta quarta 29, o prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, já arriscou as primeiras flechadas no Sambódromo, local que será a sede do esporte nas Olimpíadas de 2016. É verdade que a precisão de Paes não foi das melhores, mesmo sob a supervisão do vice-campeão da Copa do Mundo, Marcus Vinícius D'Almeida. Os outros atletas, no entanto, puderam aproveitar o dia para treinamentos de precisão e para se acostumarem com o clima e o vento na Marquês de Sapucaí, que receberá o evento até sábado, dia 1 de novembro.

Na cerimônia, além dos 236 atletas inscritos na competição, estiveram presentes o prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, o presidente da Confederação Brasileiro de Tiro com Arco (CBTarco), Vicente Fernando Blumenschein, e o presidente do Comitê Olímpico Brasileiro (COB), Carlos Arthur Nuzman. O Campeonato Brasileiro terá uma área de disputa com 32 anteparos (alvos) e modalidades de Arco Composto e Arco Recurvo, ambos com categorias feminina e masculina.

- É uma enorme alegria estarmos nessa cerimônia de tiro com arco, num lugar olímpico, que será uma das sedes dos Jogos. Sou testemunha do trabalho feito pela confederação de tiro com arco, estão surgindo tantos jovens atletas, novos talentos. São eles que terão a oportunidade de representar o país no Pan-Americano e nos Jogos Olímpicos e nossas esperanças de medalha - declarou Nuzman.

O prefeito do Rio, Eduardo Paes aproveitou para brincar de arqueiro. Sob a orientação de Marcus Vinícius D'Alemida, vice-campeão da Copa do Mundo no mês passado, ele deu duas flechadas a curta distânica, e acertou uma longe do centro, e outra na área de oito pontos. A brincadeira arrancou aplausos dos atiradores.

- Não deixa de ser um evento-teste. Pode não ser um padrão olímpico, mas mostra um pouco das nossas instalações. Essas serão umas Olimpíadas que buscaram usar a estrutura presente na cidade. Então, você vê o "estádio do samba", tem que construir mais arquibancadas, banheiros, claro que tem adaptação para fazer, mas o estádio está pronto e esse é um super gol das Olimpíadas do Rio - disse o prefeito.

- As Olimpíadas são um evento incrível, as obras estão sendo feitas, e vai deixar um legado muito importante, tem muita coisa acontecendo na cidade do Rio. Aqui vai ser o lugar do tiro com arco, ainda tem coisa para fazer, muita obra, e vamos entregar tudo no prazo, em dia. Não vai ser só festa, terá planejamento, posso garantir a você que não vamos deixar elefantes brancos - completou.

A maior dificuldade dos atletas neste dia de treinos oficiais no Sambódromo foi com o vento forte e lateral às flechadas, além de terem enfrentado o sol de frente na parte da tarde. Nas Olimpíadas, no entanto, a orientação dos alvos será diferente. O vento será de frente para os tiros e o sol baterá lateralmente aos atletas, já que nasce e se põe atrás das arquibancadas do local.


Foto: Thiago Quintella
Fonte: Globoesporte.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário