Ailsa Craig, ilha fonte das pedras utilizadas no Curling, está a venda na Escócia

Ailsa Craig, ilha que fica na Escócia, conhecida por ser o local do microgranito a prova d'agua extraído para a fabricação das pedras de Curling utilizadas nas competições mundiais e olímpicas está a venda.

A ilha, pertencente ao oitavo Marquês de Ailsa, foi posta a venda em 2010 no valor inicial de R$ 9.162 milhões, posteriormente sendo reduzido para R$ 5.497 milhões.

Como centenas de famílias britânicas proprietárias de terra, a do Marquês passou por uma contenção de despesas através dos tempos, o que forçou a venda de Ailsa Craig, que pertence a Familia Ailsa há mais de 500 anos.

A taxação de heranças, o baixo valor obtido pela extração das pedras, chamadas de "Blue Hone", e o leasing dado a Real Sociedade Britânica Protetora dos Pássaros minaram severamente a renda dos donos da ilha.

O Marquês, que sofre de diabetes e perdeu uma das pernas, disse que: "A Ilha irá deixar a familia, mas eu penso desse jeito: Ela não vai a lugar nenhum, sempre estará lá. e realmente não importa quem será o seu dono."

E falando do curling, esporte provavelmente criado na Escócia com a utilização de pedras congeladas no século 16, o Marquês arrematou: "É o esporte mais chato que você já assistiu".


Fonte: New York Times
Fotos: New York Times









0 Comentários