Mundial de Judô 2013: a prévia - Parte I - Surto Olímpico

Pesquisar:

Arquivo do blog

Últimas Notícias

Mundial de Judô 2013: a prévia - Parte I

Compartilhe


 


Dos dias 26 de agosto a 1° de setembro, o Rio de Janeiro - mais precisamente, o Maracanãzinho, irá receber o Mundial de Judô 2013, e o Surto Olímpico vai estar de olho em todas as emoções do principal torneio da modalidade depois dos Jogos Olímpicos. Os atletas brasileiros são fortes candidatos a figurarem nos pódios das 12 categorias por peso em disputa, além do torneio por equipes.

O Mundial de Judô é um evento anual, apenas em anos de Olimpíadas não há campeonato. Ele foi disputado pela primeira vez em 1956, em Tóquio (JPN), quando ainda não era um evento olímpico, e era um torneio exclusivo para homens. As mulheres ganharam seu campeonato em 1980, e o evento foi unificado em 1987.

No quadro de medalhas histórico, o Japão tem larga vantagem na liderança: 112 ouros, 74 pratas e 81 bronzes. A França ocupa o 2° lugar, com 41 ouros, 27 pratas e 61 bronzes. E em terceiro lugar, temos a Coreia do Sul, com 25 ouros, 9 pratas e 47 bronzes. O Brasil, que hoje é considerado uma das principais potências do Judô ainda é o 16° nesse quadro histórico: 4 ouros, 7 bronzes e 17 bronzes.

Na última edição, em 2011, realizada em Paris (FRA), o Brasil não teve tanta sorte: nenhum medalhista de ouro, mas com 3 pratas e 3 bronzes. A França reinou com 6 ouros e 1 bronze. O Japão ficou em 2° lugar, e a China em 3° lugar.

Para esta edição de Campeonato Mundial, o Brasil levará 18 atletas, que estão divididos em todas as categorias. Esta é a lista dos judocas brasileiros convocados para a competição:

Masculino
-60kg - Felipe Kitadai
-66kg - Charles Chibana e Luis Revite
-73kg - Bruno Mendonça
-81kg - Victor Penalber
-90kg - Eduardo Santos
-100kg - Renan Nunes e Luciano Correa
+100kg - Rafael Silva

Feminino
-48kg - Sarah Menezes
-52kg - Erika Miranda e Eleudis Valentim
-57kg - Rafaela Silva e Ketleyn Quadros
-63kg - Katherine Campos
-70kg - Maria Portela
-78kg - Mayra Aguiar
+78kg - Maria Suelen Altheman

Sarah Menezes - Foto: AFP
A expectativa pela participação brasileira no Mundial é alta. No último ranking divulgado pela IJF (Federação Internacional de Judô) no final de julho, quatro atletas brasileiros eram líderes de suas categorias: no feminino Sarah Menezes, atual campeã olímpica, Mayra Aguiar, Maria Suelen Altheman; e no masculino, Victor Penalber. E mesmo fora da liderança do ranking, nomes com grandes resultados recentes como Felipe Kitadai, Rafael Silva (ambos bronze na Olimpíada de Londres) e Rafaela Silva (bronze no Mundial-2011) trazem esperanças de bons resultados nos tatames brasileiros. 

Também há aqueles que buscam recuperar glórias passadas, como Ketleyn Quadros (bronze na Olimpíada de Pequim-2008) e Luciano Corrêa (ouro no Mundial-2007, realizado também no Rio de Janeiro) e os nomes ascendentes, como Eleudis Valentim, Charles Chibana e Maria Portela. Vale a sua torcida pelos atletas que representarão o Brasil neste campeonato.

A maior ausência na delegação veio na última terça-feira (20/agosto): Tiago Camilo acabou deslocando o ombro durante treinamentos na preparação para o Mundial, e acabou cortado. Em seu lugar, entrou Eduardo Santos, que buscará surpreender a todos em seu primeiro Mundial na carreira.

Nos próximos três dias, o Surto Olímpico trará o resumo completo da competição, com todas as categorias e os principais adversários dos atletas brasileiros. Além das notícias sobre a competição, que pipocarão no site até o final da competição.

Nenhum comentário:

Postar um comentário