Mundial de Judô 2013 - Dia 3 - A volta por cima de Rafaela Silva: é ouro! - Surto Olímpico

Pesquisar:

Arquivo do blog

Últimas Notícias

Mundial de Judô 2013 - Dia 3 - A volta por cima de Rafaela Silva: é ouro!

Compartilhe
Foto: Divulgação/CBJ
A judoca Rafaela Silva conquistou a primeira medalha de ouro para o Brasil no Mundial de Judô 2013, disputado no Rio de Janeiro. A atleta carioca, de apenas 21 anos de idade, venceu a categoria leve (-57kg), nesta quarta-feira, superando na final a norte-americana Marti Malloy. Tudo isso após um ano depois dos Jogos de Londres, quando foi eliminada na 2ª rodada e acabou sendo vítima de insultos nas redes sociais. Já os outros brasileiros, Bruno Mendonça e Ketleyn Quadros acabaram eliminados precocemente no Mundial.

Rafaela iniciou sua campanha no Maracanãzinho já na segunda rodada, em que derrotou a norte-americana Hana Carmichael. Na sequência, passou pela romena Loredana Ohai com um wazari nos últimos segundos de combate e por Nora Gjakova, do Kosovo, com um ippon.

Na semifinal, Rafaela Silva eliminou a líder do ranking mundial, a francesa Automne Pavia, em um duelo tenso. Os primeiros minutos da luta não tiveram muitas ações das judocas, o que fez ambas receberem duas punições por falta de combatividade. A partir daí, a brasileira adotou postura mais agressiva e passou a buscar ataques. A francesa seguiu se apresentando defensivamente e foi punida, o que a fez ficar em desvantagem nos critérios de desempate. Nos segundos restantes, a brasileira conseguiu se defender dos desesperados ataques da judoca francesa e carimbou sua vaga na final.

No duelo pelo título do Mundial, Rafaela foi sempre superior a Malloy. Com mais iniciativa, aplicou o golpe que os juízes inicialmente consideraram wazari, mas que a revisão provou ser um ippon e deu a vitória à carioca. A eslovena Vlora Bedeti e a alemã Miryam Roper ficaram com o bronze entre as leves.


Já Ketleyn Quadros acabou eliminada precocemente no Mundial do Rio de Janeiro. Depois de vencer sua primeira luta contra a húngara Hedvig Karakas, ela teve pela frente Marti Malloy. A judoca brasileira não conseguiu achar um método de fazer seu jogo encaixar contra a norte-americana e acabou derrotada com dois yukos a favor de Malloy.

Foto: Divulgação/CBJ
Único representante do Brasil na chave masculina de leves (73kg), Bruno Mendonça venceu dois confrontos nesta quarta-feira, mas perdeu no terceiro duelo e foi eliminado.

Em seu primeiro duelo, ele encaixou um ippon no começo da luta e  derrotou o chileno Felipe Cáceres. Na sequência, ele eliminou Terence Junior, do Gabão, mais uma vez com um ippon nos primeiros minutos. Já na terceira rodada, Bruno não teve o mesmo desempenho das duas primeiras lutas e perdeu para o bielo-russo Aliaksei Ramanchyk por um wazari e um yuko

Nesta quinta-feira, mais dois brasileiros entram no tatame para combates: Victor Penalber, na categoria até 81kg masculino; e Katherine Campos na categoria até 63kg feminino.

Quadro de medalhas (por Totallympics):

Posição
País
O
P
B
Total
1
Japão
3
1
2
6
2
Brasil
1
1
1
3
3
Mongólia
1
1
0
2
4
Kosovo
1
0
0
1
5
França
0
1
0
1
5
Cazaquistão
0
1
0
1
5
Estados Unidos
0
1
0
1
8
Bélgica
0
0
2
2
8
Alemanha
0
0
2
2
10
Azerbaijão
0
0
1
1
10
Holanda
0
0
1
1
10
Eslovênia
0
0
1
1
10
Coreia do Sul
0
0
1
1
10
Ucrânia
0
0
1
1

Gazeta Esportiva (adaptado)

Nenhum comentário:

Postar um comentário