Guia do Mundial de Judô 2013 - Parte IV

Última parte de nosso Guia do Mundial de Judô 2013, vamos apresentar as últimas categorias a serem apresentadas do programa do Mundial: Masculino -90kg, -100kg e +100kg; e Feminino -70kg, -78kg e +78kg. Quadros variados: tem os que já estão entre os melhores, os que buscam a condição ou os que vão tentar surpreender a todos no Rio de Janeiro.

-70kg Feminino

Maria Portela - Foto: Franck Fife/AFP
Brasileira: Maria Portela
Principais adversárias: Lucie Décosse (FRA), Kim Polling (NED), Kelita Zupancic (CAN)
Quando será: Sexta-feira, 30 de agosto
Última campeã: Lucie Décosse (FRA)

Missão complicada para Maria Portela. Superar os não tão bons resultados nos torneios em 2013 e surpreender adversárias de melhor nível na categoria. A começar por Lucie Décosse, que é somente a atual campeã olímpica e mundial. Mesmo apenas com o bronze no Masters de Moscou como melhor resultado em 2013, a francesa ainda é o principal nome da categoria.

Se contarmos a partir de resultados, a holandesa Kim Polling tem o melhor retrospecto no ano. Já faturou títulos em todos os níveis do Judô no ano, não a toa é a líder do ranking. E ainda, Kelita Zupancic, canadense que foi vice no Masters, campeã continental e do Grand Slam de Baku (AZE).

-78kg Feminino

Mayra Aguiar - Foto: Franck Fife/AFP
Brasileira: Mayra Aguiar
Principais adversárias: Audrey Tcheuméo (FRA), Gemma Gibbons (GBR), Abigel Joo (HUN)
Quando será: Sexta-feira, 30 de agosto
Última campeã: Audrey Tcheuméo (FRA)

Mayra Aguiar é uma dos brasileiros com maiores chances de sair dos tatames cariocas com medalha. Desde o início do ciclo de Londres-2012, Mayra tem feito grandes combates e saído com títulos em Grand Slams, Grand Prix e Masters. Porém, falta um Mundial (1 prata e 1 bronze) e uma Olimpíada (bronze) em sua galeria.

Campeã olímpica, a norte-americana Kayla Harrison não estará presente no Rio de Janeiro. Então, podemos enumerar a atual campeã mundial, Audrey Tcheuméo como uma das favoritas. Abigel Joo, da Hungria, também faz boa campanha em 2013, com os vice-campeonatos europeu e do Masters, e vitória no Grand Slam de Moscou (RUS). E Gemma Gibbons, medalhista de prata em Londres-2012, que ainda busca um grande resultado no Judô em 2013.

-90kg Masculino

Eduardo Santos - Foto: Divulgação/CBJ
Brasileiro: Eduardo Santos
Principais adversários: Ilias Iliadis (GRE), Asley Gonzalez (CUB), Kirill Denisov (RUS)
Quando será: Sexta-feira, 30 de agosto
Último campeão: Ilias Iliadis (GRE)

Eduardo Santos entrou na competição por susto: Tiago Camilo deslocou o ombro após um treino e foi cortado. Ao contrário de Tiago, que vinha para a competição com expectativa de medalhar, Eduardo será um franco-atirador: uma boa campanha já é o suficiente para o atleta n° 2 do Brasil.

Enquanto isso, no pelotão da frente, os favoritos são o grego Ilias Iliadis, atual campeão mundial e bronze em Londres-2012; o cubano Asley Gonzalez, que busca finalmente traduzir sua superioridade no ranking mundial em títulos; e o russo Kirill Denisov, que ainda busca consolidar seu status de grande judoca com uma medalha em um Mundial.

+78kg Feminino

Maria Suelen Altheman - Foto: Divulgação/CBJ
Brasileira: Maria Suelen Altheman
Principais adversárias: Idalys Ortiz (CUB), Megumi Tachimoto (JPN), Lucija Folavder (SLO)
Quando será: Sábado, 31 de agosto
Última campeã: Tong Wen (CHN)

Maria Suelen Altheman vem evoluindo bastante e é uma das candidatas ao título no Mundial, ainda mais depois de alcançar a liderança no ranking mundial, e vencer duas etapas de Grand Slam, além da prata no Masters. Certamente não sai com mãos vazias do Rio de Janeiro.

No caminho pelo ouro, ela pode encontrar, por exemplo, a cubana Idalys Ortiz. Atual campeã olímpica, Idalys foi algoz de Maria Suelen em 2011, e pode ser novamente, na fome de ser finalmente campeã mundial. A japonesa Megumi Tachimoto também entra nesse time de favoritos, com sua boa campanha recente. E finalizando, com a eslovena Lucija Folavder, que também acumula bons resultados, como o título europeu e o bronze no Masters.

-100kg Masculino

Luciano Corrêa - Foto: Divulgação/CBJ
Brasileiros: Luciano Corrêa e Renan Nunes
Principais adversários: Henk Grol (NED), Elkhan Mammadov (AZE), Lukas Krpalek (CZE)
Quando será: Sábado, 31 de agosto
Último campeão: Tagir Khaybulaev (RUS)

Luciano Corrêa foi o campeão da categoria em 2007. De lá para cá, porém, não tem feito boas campanhas e acabou desaparecendo entre os principais nomes da categoria, e busca voltar ao topo no Rio de Janeiro. Já Renan Nunes ainda busca crescer na categoria, e ter vencido o Pan-Americano (derrotando Luciano na final) foi importante para isso.

Hoje, quem manda na categoria é o azeri Elkhan Mammadov, que ainda busca o primeiro título mundial. No ano, já papou o Masters. Henk Grol, bronze em Londres-2012 também busca seu primeiro título de grande expressão. E o tcheco Lukas Krpalek faturou o europeu e o Grand Slam de Paris.

+100kg Masculino
Rafael Silva - Foto: Toshifumi Kitamura/AFP
Brasileiro: Rafael Silva
Principais adversários: Teddy Riner (FRA), Adam Okruashvili (GEO), Andreas Tolzer (GER)
Quando será: Sábado, 31 de agosto
Último campeão: Teddy Riner (FRA)

O sinônimo dessa categoria é Teddy Riner. O atleta francês já é, consecutivamente, pentacampeão mundial de Judô, e em seu retorno ao lugar aonde lhe deu o primeiro título busca o hexacampeonato. Riner não perde uma luta desde os Jogos Olímpicos de Pequim, e não é no Mundial-2013 que ele quer perder a invencibilidade.

Rafael Silva é o principal candidato a desbancar Teddy. Mas podemos colocar dois atletas que também tem chances de tirar a invencibilidade do atleta, caso o encontrem pelo caminho: Adam Okruashvili, da Geórgia, atual campeão do Masters de Judô; e o alemão Andreas Tolzer, que é atual vice mundial e bronze em Londres-2012.

PS 1: Nesta segunda-feira, um bônus: às 9h da manhã, um post com as alterações nas regras do Judô. E às 10h da manhã, com transmissão do canal SporTV, os primeiros lances do Mundial, com Sarah Menezes e Felipe Kitadai presentes.

PS 2: Este que vos escreve preferiu não falar do torneio por equipes, a ser realizado no domingo, dia 1° de setembro, mas vai fazer o post falando da disputa após o término da mesma.

0 Comentários