Aurélio Miguel se torna primeiro brasileiro no Hall da Fama do Judô

Foto: Agência Estado
Primeiro judoca brasileiro a conquistar uma medalha de ouro em uma edição dos Jogos Olímpicos, o paulista Aurélio Miguel realizará novo feito inédito em sua trajetória no esporte. Neste domingo, no Rio de Janeiro, o ex-atleta entrará no Hall da Fama do judô, alcançando algo jamais realizado por outro competidor nacional.

Medalhista de ouro nos Jogos Olímpicos de Seul, em 1988, Aurélio Miguel ainda voltou a subir no pódio oito anos mais tarde, quando conquistou o bronze em Atlanta. Ao longo de sua carreira, o paulista foi vice-campeão mundial em duas oportunidades (1993 e 1997) e terceiro colocado em outra (1987).

Após se aposentar do esporte profissional em 2011, o ex-judoca optou por carreira política. Apenas um ano depois de deixar os tatames, Aurélio Miguel tentou uma vaga na Câmara Federal, mas não teve êxito. Dois anos mais tarde, foi eleito vereador em São Paulo, sendo reeleito em 2007.

Além do paulista, outros 17 judocas serão homenageados em Copacabana. Maior medalhista da história dos mundiais (seis ouros, quatro pratas e um bronze), a belga Ingrid Berghmans será um dos principais destaques do evento em território carioca.

0 Comentários