Coluna do Vôlei - Fim de semana tenso no vôlei - Surto Olímpico

Pesquisar:

Arquivo do blog

Últimas Notícias



Foi um final de semana para "esquecer" no vôlei mundial. Duas jogadoras de nível de seleção se lesionaram feio, comprometendo sua temporada, e um dos casos, podendo inclusive encerrar precocemente a carreira.

Mari foi uma das atingidas. A ponteira acabou rompendo os ligamentos do joelho durante uma partida do seu Fenerbahce contra o Eczasibasi, pelo Campeonato Turco. Sacanagem do destino, já que a ponteira era reserva na equipe, e finalmente havia ganho uma chance de começar como titular. Como é uma lesão grave, Mari perderá o restante da temporada, e poderá ficar fora também no início da próxima temporada (além de perder o período do Grand Prix de Vôlei - mesmo sabendo que ela dificilmente poderia ser convocada graças às rusgas com o treinador José Roberto Guimarães). Zica braba com a jogadora, que já havia perdido a maior parte da temporada passada graças a lesões lombares.

Eve se recuperando no hospital
O caso mais grave é o da atleta dominicana Eve. Durante partida do campeonato peruano, a atleta acabou sofrendo uma fratura exposta na fíbula. Segundo quem viu o vídeo do momento da lesão (já que eu não tive coragem de assistir a cena), foi algo assustador. Ainda não há previsões de quanto tempo a jogadora volte às quadras, mas com uma lesão tão forte, deve demorar bastante - e há quem diga que Eve tenha que ser obrigada a encerrar a carreira precocemente, com apenas 21 anos de idade. A atleta (que quase foi contratada pelo Praia Clube/Banana Boat para esta temporada da Superliga) está para começar seu processo de recuperação.

Torço para que as duas tenham uma boa recuperação e possam seguir fazendo o que mais gostam de fazer, que é jogar vôlei profissionalmente.

CURTINHAS


Alison foi o Rei da Praia 2013, o que lhe conferiu o tricampeonato da competição, tornando-se ao lado de Emanuel, o maior vencedor da competição. Alison enfrentou Ricardo na final, e jogando ao lado de Bruno Schmidt, ele derrotou Ricardo (que jogava ao lado de Harley) por 2 sets a 1, parciais de 21/17, 18/21 e 15/8.

Em eleição feita pelo site italiano especializado Volleyball.it, o levantador Bruninho, do RJX, foi eleito o melhor da sua posição no mundo. Além dele foram eleitos o oposto Tsvetan Sokolov (Bulgária), o ponteiro Kaziyski (Bulgária), o central Podrascanin (Sérvia), o líbero Henno (França) e o técnico Radostin Stoychev (Bulgária). Como foi uma eleição feita pela internet, dá pra ver o porque de ter na lista três búlgaros. Não duvido da capacidade de nenhum deles, mas como técnico, por exemplo, elegeria o técnico russo Vladimir Alekno, que fez um ótimo trabalho na seleção medalhista de ouro. E para oposto, outro russo, Maxim Mikhaylov.

E está tudo definido na CEV Champions League para o Final Four. Na parte masculina (sediada em Omsk, Rússia), teremos um duelo entre russos: Zenit Kazan e Lokomotiv Novosibirsk, que é a equipe-sede do Final Four. Do outro lado da chave, Bre Banca Cuneo (ITA) encara o Zaksa Kedzierzyn (POL). Semi-finais dia 16 e final dia 17.

Na parte feminina do Final Four (sediada em Istambul, Turquia), teremos um clássico da cidade: Galatasaray (sede) encarando o VakifBank numa das chaves. Na outra, as atuais campeãs do Rabita Baku (AZE) encaram as italianas do Unendo Arsizio. Dia 9 teremos as semi-finais e dia 10, a grande final. Bons jogos a se acompanhar em março.

Nenhum comentário:

Postar um comentário