Presidente bielorrusso elogia atleta que foi pega no doping durante os Jogos




Em uma homenagem aos medalhistas olímpicos que aconteceu nesta quinta-feira na Bielorrússia, o presidente do país, Alexander Lukashenko, elogiou a atleta Nadzeya Ostapchuk, que foi pega no anti-doping em Londres. Nadzeya perdeu o ouro conquistado no arremesso de peso após ser flagrada em exames realizados na véspera e no dia da prova. Durante o encontro, Lukashenko declarou estar feliz com o desempenho da atleta e disse que ela pode ser considerada uma inspiração para os jovens bielorrussos.


De acordo com o Comitê Olímpico Internacional (COI), os dois testes feitos pela arremessadora de 31 anos revelaram a presença de Metenolona, uma espécie de anabolizante, em sua urina. Com a mudança no resultado da prova, o ouro ficou com a neozelandesa Valerie Adams (que foi campeã olímpica em Pequim), que havia conquistado a prata com a marca de 20,70m. A russa Evgeniia Kolodko herdou a prata, enquanto a chinesa Lijia Gong faturou o bronze. A brasileira Geisa Arcanjo também ganhou uma posição, terminando sua participação no evento em sétimo lugar.

Na época, a atleta lamentou muito: "Eu não entendo de onde isso pode ter vindo. Estou parecendo uma idiota em ter tomado isso antes de ir para os Jogos, sabendo que é tão fácil ser testado. Tolice. Estou nos esportes por tantos anos e nunca enfrentei alegações desse tipo. E agora, no maior evento e após a medalha de ouro... Eu não entendo", lamentou a atleta, em entrevista ao jornal inglês "The Telegraph".

0 Comentários