Fridzon, algoz do basquete brasileiro, tem medalha de bronze roubada.






O armador russo Vitaly Fridzon, algoz da seleção masculina de basquete na primeira fase, sofreu um assalto em sua casa em Moscou e teve diversos ítens de sua casa, como eletroeletrônicos e relógios. Mas o item que está lhe fazendo falta, é a medalha de bronze que ele conseguiu com a seleção russa:

"Este prêmio é a coisa mais preciosa para mim. Eu espero mesmo que seja devolvido para mim. Eles podem ficar com todas as outras coisas para eles" Afirmou Fridzon a uma rádio russa.

Fridzon foi o responsável da vitória russa em cima dos brasileiros, com uma cesta de 3 pontos totalmente desequilibrado faltando seis segundos para o fim do jogo. Aquela vitória acabou sendo fundamental para definir a primeira posição do grupo, que ficou com o Russos. E os brasileiros ficaram na segunda posição.

0 Comentários