O Tribunal Arbitral dos Esportes confirma ilegalidade da regra do banimento do BOA



O Tribunal Arbitral do Esporte (TAS) confirmou hoje que a regra do BOA (Comitê Olímpico Britânico) de banir para sempre atletas britânicos dopados dos Jogos Olímpicos.

Essa decisão de derrubar a regra criada pelo BOA em 1992, abre caminho para atletas como o corredor  Dwain Chambers (GBR) e o ciclista David Millar (GBR) poderem competir nos Jogos Olímpicos.

Uma declaração no site do TAS diz: "O painel do TAS decidiu que a regra do BOA relacionada a seleção de atletas britânicos para os Jogos Olímpicos não está de acordo com o Código Internacional Anti Doping." 

A decisão, nesse caso, se seguiu a uma outra decisão tomada pelo TAS, em outubro de 2011, que declarou que a regra 45 do COI (a regra de Osaka), que bania atletas condenados por doping de futuras Olimpíadas, ilegal.

Postar um comentário

To Top