Londres – História da cidade Olímpica de 2012 - Parte 1 - Surto Olímpico

Pesquisar:

Arquivo do blog

Últimas Notícias

Londres – História da cidade Olímpica de 2012 - Parte 1

Compartilhe
Por Rodrigo Farias (@rodrigofarias27


                                      Visão aérea da Londres atual



Nesses posts, vamos falar um pouco sobre a história da capital do Reino Unido e sede Olímpica, Londres. Por ser uma cidade muito antiga, abordaremos basicamente desde a Idade Média até os dias atuais. Na história antiga, passaremos brevemente para relembrar alguns fatos pontuais. 

No ano 43 d.C, os romanos fundaram Londinium, cidade situada dentro do território da atual Londres. Após um saque no ano 60, a área foi reconstruída e ocorreu um rápido desenvolvimento após isso. No século II, Londinium se tornou a nova capital da Britânia. Houve a construção de prédios públicos, templos, casas de banho e fortes. A partir do ano 190, foi iniciada a construção de uma muralha ao redor da cidade, que durou 1600 anos e definiu o perímetro da cidade – aproximadamente 3 km de extensão.

No século III, a cidade foi diversas vezes saqueada por piratas saxões. Esse fato levou a construção de uma muralha em volta dos rios londrinos, de modo a evitar novos saques. Alguns dos famosos “portões” londrinos surgiram nessa época: Ludgate, Newgate, Aldersgate, Cripplegate, Bishopsgate e Aldgate (Moorgate é a exceção, surgido na Idade Média).

Por volta do século IV, o Império Romano entrou em severa decadência. No ano 410, a ocupação dos romanos na região da Bretânia foi retirada. Após a queda do Império, a área ficou extremamente vulnerável ao ataques dos bárbaros germânicos.

Londres foi abandonada e em volta de suas terras, surge a cidade saxônica de Ludenwic, na área hoje chamada de Convet Garden. A cidade cresceu até o ano 851, quando invasões vickings destruíram-na. Em 878, o rei Alfredo, o Grande, reestabelece a paz na área. Dentro das antigas terras de Londinium foi reconstruída a cidade de Ludenwic, com o nome de Ealdwic, onde hoje fica Aldwych.

A região londrina voltou a prosperar. Em 1016, o rei dinamarquês conquistou a Inglaterra, que apenas em 1036 volta ao comando dos anglo-saxões. Em 1043, a dinastia saxã é restaurada sob o reinado de Eduardo, o Confessor, que ordena a construção da Abadia de Westminster e do Palácio de Westminster – são hoje as casas do Parlamento.

Um comentário: