Ministro dos Esportes da Grã Bretanha diz que todo atleta naturalizado tem que saber cantar o hino britânico. - Surto Olímpico

Pesquisar:

Arquivo do blog

Últimas Notícias

Ministro dos Esportes da Grã Bretanha diz que todo atleta naturalizado tem que saber cantar o hino britânico.

Compartilhe
O Ministro dos Esportes da Grã Bretanha, Hugh Robertson, acrescentou mais lenha na fogueira da polêmica dos "Britânicos de Plástico" ao dizer que todo atleta estrangeiro naturalizado deve saber cantar o "God Save the Queen" (Hino da Grã Bretanha), após a entrevista da atleta, e capitã da equipe britânica, Tiffany Porter, em Istambul.

Tiffany, que nasceu nos EUA, foi perguntada em uma entrevista durante o Mundial Indoor de Istambul se sabia cantar algum trecho do hino britânico. Porter respondeu que sabia o hino todo, mas se recusou a recitar o trecho porque achou desnecessário.

O técnico da equipe, Charles Van Commenee, ficou furioso com a pergunta, dizendo que a escolheu como capitã não por suas habilidades vocais.

Já o Ministro Robertson disse que saber cantar o hino deve ser pré requisito para os atletas nascidos fora do país que querem competir nas Olimpíadas. Mas Porter, por ser filha de mãe britânica, tem o direito a dupla nacionalidade desde o nascimento.

A polêmica se instalou de tal maneira, que a federação de atletismo da Grã Bretanha ameaçou banir os jornais britânicos de todas as competições promovidas por ela no país, incluindo as etapas da Diamond League e as qualificatórias Olímpicas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário