Londres se renderá a Fúria?

Cria do Barcelona, Thiago Alcántra, filho do ex-jogador brasileiro Mazinho, já foi convocado pela seleção principal da Espanha e é um dos destaques da nova safra da Fúria

Por: Felipe Ferreira (@felipepf13)

Atual campeã mundial e da Eurocopa, a seleção espanhola é a equipe mais bem vista no planeta do futebol. Jogando um futebol bonito, baseado no toque na bola e na tranquilidade de seus jogadores, a equipe já vai estendendo cada vez mais seus domínios, chegando de maneira eficiente até mesmo em torneios de base, mostrando que tem uma boa safra a caminho. 

O título da Euro Sub-21 em 2011 mostrou isso e, o mais importante, mostrou que o selecionado espanhol chegará a Londres como um dos principais favoritos a medalha de ouro no tão amado esporte bretão.

A base do time que conquistou o Europeu Sub-21 de maneira soberana deve ser bastante semelhante a que acabará por disputar os Jogos Olímpicos. Entre diversos bons nomes, vale ressaltar jogadores como o meia Thiago Alcántra, o atacante Bojan, além do goleiro De Gea, que já possuem certo destaques em suas equipes. 

Porém, a Fúria se vê em um problema, pequeno, mas que merece destaque. Dos 23 jogadores que acabaram por conquistar a tão importante título, cinco não poderão disputar os Jogos de Londres por serem nascidos em 1988 (nas Olimpíadas, só podem jogar atletas com no máximo 23 anos), entre eles, jogadores importantes como Juan Mata, Javi Martínez, Adrián López e Jéffren. 

Visto que a Espanha só terá a ausência de apenas cinco jogadores, o problema será menor já que equipes como Suíça e Bielorrússia, que vem de boas campanhas na Euro Sub-21 e estarão em Londres, não poderão contar com 9 e 11 jogadores, respectivamente, que disputaram a competição. Ou seja, o problema da Fúria não é tão grande perto a de outras seleções europeias.

Luis Milla, técnico espanhol para as Olimpíadas, também pode encaixar boas opções para Londres como alguns atletas que disputaram o Mundial Sub-20 no ano passado, em que a Espanha caiu nas 4ªs. Entre eles, o zagueiro Bartra, o lateral Montoya (também campeão da Euro), os meias Oriol Romeu e Koke, além do atacante Rodri. De fato, a Espanha vem muito bem servida.

Com bons nomes, a seleção da Espanha que deverá disputar os Jogos joga o mesmo estilo de futebol da seleção principal, tem qualidade comparável e agora, basta saber se conseguirá repetir o sucesso da tão badalada equipe principal nos Jogos, acabando por quem sabe trazer o ouro. 

0 Comentários