Dow Chemical e a polêmica do patrocínio de Londres 2012 - Surto Olímpico

Pesquisar:

Arquivo do blog

Últimas Notícias

Dow Chemical e a polêmica do patrocínio de Londres 2012

Compartilhe
                                                               


Os patrocínios são uma parte muito importante nos Jogos Olímpicos. Eles ajudam a custear os gastos da sede em sediar as Olimpíadas, mas as vezes certos patrocínios podem trazer mais dor de cabeça do que dinheiro para o evento, vide o caso da Dow Chemical Company com os Jogos de Londres.
A princípio não teria nenhum problema, afinal, a companhia, com sede nos EUA, é uma das maiores industrias químicas do mundo e o seu dinheiro seria bem vindo, mas a aquisição da Union Carbide no fim dos anos noventa reabriu uma ferida antiga, o desastre de Bhopal, na Índia.
Em Dezembro de 1984, um vazamento de 40 toneladas de gases tóxicos em uma fábrica da Union Carbide na cidade de Bhopal, causou o maior desastre industrial da história. 500.000 pessoas foram expostas ao gás, e  pelo menos 27.000 morreram na época. Os sobreviventes desse acidente ainda sofrem com os efeitos do acidente, incluindo os filhos que nasceram após a tragédia.
O que isso teria a ver com as Olimpíadas? Muita coisa. Devido a esse patrocínio, Atletas e ex-atletas olímpicos indianos fizeram um abaixo assinado para a delegação da Índia boicotar os jogos em função disso. Eles alegaram que é contra os princípios da Carta Olímpica fazer parceria com a empresa  responsável pela tragédia. O governo indiano ainda busca uma indenização de 1,1 bilhão de dólares da empresa, mesmo após a Union Carbide ter pago 300 milhões de dólares a época.
Mesmo um boicote sendo uma possibilidade reduzida, a Índia não esquece essa tragédia e essa atitude do  país seria uma mancha nos Jogos de Londres e na história olímpica.





Nenhum comentário:

Postar um comentário