Depois de marca histórica em Viena, Eliud Kipchoge retorna a maratona de Londres


O queniano Eliud Kipchoge escolheu a maratona de Londres para ser sua primeira prova depois do feito inédito conquistado em Viena (Áustria) em outubro: o primeiro homem a terminar os 42,195km em menos de duas horas. Kipchoge agora vai para sua 40ª maratona, tendo vencido quatro das últimas cinco provas na capital inglesa, além de ser o detentor do recorde do evento com o tempo de 2:02:37 na edição de 2019.

"Estou muito satisfeito por voltar à Maratona da Virgin Money em 2020", disse Kipchoge. "Adoro correr em Londres, onde o apoio da multidão é sempre maravilhoso". O corredor ainda ressaltou o feito conquistado na capital austríaca. "Quebrar a barreira de duas horas em Viena foi um momento incrível. Isso mostrou que nenhum ser humano é limitado e essa é uma crença que continua me levando a estabelecer novos objetivos".

“Fazer história em Londres é meu próximo alvo. Tenho orgulho de ser atualmente o único atleta masculino capaz de vencer essa grande corrida quatro vezes e de que ninguém, homem ou mulher, tenha vencido mais do que isso". Além dos feitos na cidade londrina, Kipchoge chega para essa prova trazendo consigo também o prêmio de atleta do ano da empresa televisiva britânica BBC.

Defendendo seu título, a estrela queniana traz além do recorde de Viena, considerado não-oficial pela World Athletics em virtude das condições favoráveis para a quebra da marca, o melhor tempo olímpica, conquistada nos Jogos Olímpicos Rio 2016 e a melhor performance oficial, completando a Maratona de Berlim de 2018 em 2:01:39.

Foto: Ben Stansall/AFP

Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes