Brasil fica longe das medalhas no primeiro dia do World Masters de Judô


Com menos de um ano para os Jogos Olímpicos de Tóquio 2020, cada ponto conquistado é essencial na busca por uma vaga olímpica. E a última chance de acumular pontos no ano começou nesta quinta-feira, 12, com o World Masters de Qingdao, na China. Seis brasileiros estiveram no tatami chinês nesta madrugada representando o país no primeiro dia da competição.

No feminino, Gabriela Chibana (48kg) enfrentou a alemã Katharina Menz na estreia. A brasileira consegui um waza-ari de vantagem, mas acabou sofrendo o ippon da adversária. Larissa Pimenta (52kg) estreou diante de Astride Gneto (FRA) e, em luta equilibrada, foi superada nas punições. Gneto levou a medalha de bronze do Masters ao vencer a vice-campeã olímpica, Odette Giuffrida, da Itália. Só pela participação no World Masters, as duas somara mais 200 pontos no Ranking Mundial.

Entre os homens, Felipe Kitadai (60kg) e Phelipe Pelim (60kg) foram responsáveis pelos melhores desempenhos do dia para o judô brasileiro. Ambos começaram com vitória. Kitadai bateu Adonis Diaz (USA), enquanto Pelim venceu Wenzhi Liu (CHN), por ippon.

Na segunda rodada, porém, Kitadai teve pela frente o uzbeque Sharafuddin Lutfillaev, que impôs duas punições ao brasileiro, marcou um waza-ari e, no final, conseguiu ippon para seguir no torneio, onde terminou com o bronze.

Pelim encarou o cazaque Gusman Kyrgyzbayev e começou impondo uma punição no adversário. A leve vantagem, porém, não foi suficiente para impedir acabou ippon do cazaque no segundo minuto da luta.

Com as vitórias na estreia, a dupla brasileira levou 216 pontos para casa.

Eric Takabatake (60kg) e Daniel Cargnin (66kg) também estiveram no tatami chinês nesta madrugada. Eric enfrentou o mongol Unubold Lkhagvajamts, fez luta bastante equilibrada diante do adversário e levou a decisão para o golden score. Unubold aproveitou a oportunidade e conseguiu um ippon no segundo minuto para avançar de fase.

Já Cargnin estreou na segunda rodada diante do chinês Ziyang Xue. O adversário surpreendeu o brasileiro e finalizou o duelo com um ippon nos segundos iniciais do combate. Ambos saem de Qingdao também com os 200 pontos de participação. 

Segundo dia tem quarteto brasileiro no tatami
A madrugada desta sexta-feira, 13, reserva mais quatro estreias de brasileiros no tatami chinês do World Masters Qingdao. Alexia Castilhos (63kg), Ketleyn Quadros (63kg), Maria Portela (70kg) e Eduardo Yudy (81kg) vestem o quimono e representam o país no segundo dia da competição.

Alexia enfrenta a chinesa Jing Tang (CHN), enquanto Ketleyn luta com Geke Van Den Berg (NED). Na categoria Médio feminina, Portela tem pela frente a britânica Gemma Howell, enquanto nos homens, Yudy duela contra o português Anri Egutidze (POR).

Foto: Reprodução/IJF

Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes