Catar culpa TV e bloqueio de países pelo baixo público no Mundial de Atletismo


As autoridades do Qatar se posicionaram nesta segunda-feira (30) sobre o baixo público no Campeonato Mundial de Atletismo Doha 2019. Segundo os organizadores, o motivo das arquibancadas vazias é a programação televisiva que alterou o horário de algumas das finais e o bloqueio liderado por Arábia Saudita, que junto com vários países da região romperam relações diplomáticas acusando o Catar de apoiar o terrorismo.

O Estádio Internacional Khalifa, que recebe as provas, tem capacidade para 40 mil pessoas, mas para o evento foi reduzido para 17 mil. Tirando a estreia, que contou com público de 11,8 mil, a média de ocupação é em média menor que 10 mil espectadores. A pressão também aumenta em comparação com os números da última edição, em Londres 2017. Na ocasião, cerca de 660 mil ingressos foram vendidos para a competição de 10 dias, recorde do torneio.

Doha 2019 entende as dificuldades pelas quais está passando. "O desafio que enfrentamos com um cronograma de competição voltado para apoiar a audiência global na TV é que algumas finais não começarão até o final da noite. Isso afeta o número de espectadores restantes até o final da sessão" completou.

Apesar disso, os organizadores veem um saldo positivo até o momento. "Sabemos que é um equilíbrio e estamos satisfeitos que os espectadores globais possam se sintonizar para assistir à ação ao vivo de Doha. O padrão de presença até agora segue os interesses da comunidade local, com corridas de média e longa distância atraindo as maiores multidões, em vez de eventos de sprint tradicionais, e gostaríamos de agradecer a todos os fãs que apoiaram esses atletas" ressaltou Doha 2019.

Mesmo com o boicote dos países do Golfo, os organizadores acreditam que o evento marcará a modalidade, com a atração de novos adeptos. "Acreditamos num campeonato mundial de atletismo da IAAF que acolheria o mundo e se conectaria a novos fãs. Apesar de enfrentar desafios únicos como anfitriões, em termos de bloqueio político, essa ambição permanece."

"Até o momento, assistimos a mais de 80 nacionalidades diferentes no estádio, a grande maioria praticando atletismo pela primeira vez. Os atletas que competem no Estádio Internacional Khalifa e os torcedores gostaram da experiência."

Foto Mike Egerton / PA

Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes