Resumão do Parapan 2019 - Dia 8

 





Bocha





O Brasil faturou quatro medalhas nas disputas individuais. Maciel Santos foi ouro na categoria BC2 ao vencer Luis Cristaldo por 7 a 1. Evelyn Oliveira também levou o ouro na BC3 ao vencer Jesus Romero (COL) por 3 a 1. Mateus Carvalho ficou com o bronze na mesma categoria ao vencer Stefania Ferrando (ARG). Já José Carlos Oliveira perdeu por 4 a 1 para Eduardo Sanchez (MEX) e ficou com a prata na BC1.


Neste sábado começaram as disputas por equipes. No BC1/BC2, o Brasil venceu o México; No BC3 foram duas vitórias e no BC4 o Brasil está em segundo com uma vitória e uma derrota. As decisões por medalha serão amanhã (1º).






Futebol de 7






O Brasil levou a medalha de ouro ao derrotar a Argentina por 5 a 3. E os brasileiros estavam perdendo por 3 a 2 e conseguiram virar a partida. Bira (3) e Evandro (2) fizeram os gols do Brasil. Os Estados Unidos ficaram com o bronze ao vencer a Venezuela por 7 a 0.






Goalball







Nos duelos contra os Estados Unidos no masculino e no feminino, conquistamos dois ouros. No feminino, a vitória foi por 4 a 3. No tempo normal, o Brasil perdia por 3 a 2 até 14 segundos do fim. Jéssica Vitorino empatou o jogo e forçou o tempo-extra. e após duas prorrogações, Carol Duarte fez o gol que garantiu o ouro, o segundo seguido em Parapans.

Já no masculino, O Brasil venceu os americanos por 12 a 9. Leomon Moreno desequilibrou com nove gols.






Levantamento de Peso





O Brasil encerrou sua participação no levantamento de peso com seis medalhas no último dia. Evânio Rodrigues levou o ouro no combinado 88-97kg masculino. Rodrigo Rosa faturou o bronze na mesma prova. Tayana Medeiros levou a prata no combinado 79-86-+86kg feminino; Já Ailton Andrade (80kg),Mateus Assis (até 107kg) e Christian Porteiro (+107kg) conquistaram o bronze em suas categorias.

O Brasil termina a modalidade como líder absoluto do quadro de medalhas da modalidade. Foram 16 pódios, com seis de ouro, três de prata e sete de bronze.





Natação






A Natação brasileira encerrou sua participação no Parapan do mesmo jeito que começou: com muitas medalhas! Foram 22 medalhas neste sábado (31)

Tivemos ouro com Esthefany Oliveira nos 200m medley S5 feminino - com Joana Neves ficando com a prata na mesma prova; Cecília Araújo nos 100m livre S8 feminino - medalha 258 do Brasil em Lima, que superou a campanha de Toronto; Edênia Garcia nos 50m costas S1-S2-S3 feminino - Maiara Barreto ficou com a prata na mesma prova.

Também tivemos o ouro de Maria Carolina Santiago nos 100m livre nos S12 - Lucilene Sousa ficando com a prata; Laila Suzigan nos 200m medley S6 feminino - ela levaria prata nos 100m S6; Lucas Mozela venceu os 100m peito S9 masculino; Gabriel Geraldo levou o ouro nos 100m livre S1-S2, Bruno Becker ficou com o bronze e o Brasil foi ouro no revezamento 4x100 34 pts com Ruiter Silva, Vanilton Filho, Phelipe Rodrigues e Talisson Glock.

Thomaz Matera ficou com a prata nos 100m livre S12; Talisson Glock no 200m medley S5/S6 - e depois ele ainda foi bronze nos 100m livre S6; Gabriel Cristiano nos 100m livre S8; Wendell Belarmino prata no S11 e José Luis Perdigão bronze na mesma prova; Douglas Matera foi prata nos 200m medley S13 - com Guilherme Batista sendo bronze na mesma prova. 

O revezamento feminino do Brasil com Mariana Gesteiro, Cecília Araújo, Joana Neves e Laila Suzigan fechou as medalhas brasileiras com o bronze no 4x100m livre 34 pts.

A Natação bateu seu recorde de medalhas em apenas uma edição de Parapan-americano, com 127 medalhas conquistadas: 53 de ouro, 45 de prata e 29 de bronze.




Parabadminton





Foram sete medalhas conquistadas pelo parabadminton brasileiro hoje. Mikaela Almeida conquistou o ouro na SU5 feminina; em finais brasileiras, Júlio César Godoy e Marcelo Conceição ganharam de Rodolfo Cano e Rômulo Soares por 2 sets a 0, com parciais de 21-12 e 21-7. A dupla ficou com ouro e prata na categoria WH1/WH2. 

Eduardo Oliveira venceu Ricardo Cavalli em uma final nacional na classe SU5 masculina. O duelo foi equilibrado e terminou 2 sets a 1, com parciais de 21-16, 19-21 e 21-12. Já Rogério Oliveira ficou com a prata perdeu no SL4 para Raul Anguiano (GUA) e ficou com a prata; e Leonardo Zuffo perdeu para Pedro de Vinatea (PER) na final da SL3 e também ficou com a prata.

No domingo (1º) teremos chances de conquistar mais duas medalhas, nas duplas mistas SU3-5 e na SS6 .





Parataekwondo





O Brasil conquistou mais duas medalhas no segundo e último dia de competições do parataekwondo em Lima. Leylianne Samara venceu a cubana Idalianna Quintero por 32 a 25 e faturou a medalha de bronze na categoria K44 até 58kg feminina e Débora Teixeira perdeu para Daniela Martinez (MEX) por 7 a 4 e ficou com a prata na mesma categoria;  Bruno da Mota perdeu na disputa do bronze da categoria até 75kg para Andres Molina (CRC)


O Taekwondo encerrou sua participação com dois ouros, duas pratas e um bronze.



Brasil bateu o recorde de Toronto e caminha para outro recorde: O de 300 medalhas conquistadas em uma edição de Parapan-americanos. No momento tem 299. Veja o top 5 do penúltimo dia de competições:




fotos: Saulo Cruz, Alexandre Schneider,Daniel Zappe Washington Alves e Ale Cabral /Exemplus /CPB e Daniel Heuse/Lima2019



Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes