Mundial Juvenil de Judô 2019 - Dia 2



O Mundial de Judô Sub-18 Almaty 2019 chega ao segundo dia com mais uma medalha para o Brasil. Nesta quinta-feira (26), a conquista veio na categoria até 66kg masculina, com Matheus Pereira. O catarinense venceu Yamato Fukuda, do Japão, nas penalidades e ficou com o bronze. Alexia Nascimento (48kg) também disputou o terceiro lugar, mas foi surpreendida pela húngara Anna Kriza e terminou no quinto lugar da competição.

Matheus estreou com vitória sobre o americano Dimitri Gamkrelidze, onde forçou três penalidades no adversário. Nas oitavas, o brasileiro encarou Matin Rzazade, do Azerbaijão. Pereira saiu em desvantagem de um waza-ari logo no primeiro minuto da luta, mas controlou o duelo e reagiu com um ippon e avançou para as quartas. Diante do anfitrião Tilegen Tynarbay, Matheus sofreu duas penalidades e, quando a luta caminhava para o golden score, o brasileiro conseguiu um belo ippon no cazaque e se garantiu na semifinal.

A Rússia apareceu no caminho do brasileiro. Abrek Naguchev conseguiu um ippon logo no início da luta e colocou Matheus na disputa pelo bronze. O russo acabou sendo campeão na final. Contra Yamato Fukuda, Pereira conquistou a medalha de bronze após conseguir três punições (shidos) para o japonês.

Já na categoria até 48kg feminina, Alexia Nascimento estreou com ippon sobre a alemã Jule Ziegler, faltando menos de um minuto para o fim da luta. Na segunda rodada, encarou a cazaque Balnur Abdeshova, onde venceu nas punições e avançou para as quartas de final. A adversária foi a uzbeque Elizza Bakhodirova. Alexia controlou a luta, forçou duas punições na rival e venceu com um waza-ari.

Na semifinal, confronto duro contra a japonesa Hikari Yoshioka. A adversária forçou uma punição na brasileira e conseguiu um ippon por imobilização. Na disputa do bronze, Alexia encarou a húngara Anna Kriza, que venceu o confronto após conseguir um ippon no último minuto. Assim, a brasileira terminou o Mundial em quinto lugar.

Caio Kiwada (60kg) e Felipe Lima (60kg) também estiveram no tatame de Almaty, mas pararam nas oitavas de final. Caio acabou sofrendo um waza-ari do anfitrião Nursultan Zaizagaliyev, enquanto Felipe foi surpreendido com um waza-ari de Kamran Suleymanov, do Azerbaijão, no golden score.

Foto: IJF

Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes