Brasil fatura dois títulos por equipes no Aberto Júnior da Sérvia de Tênis de Mesa


O Brasil conquistou, na sexta-feira (27) o primeiro título de equipes do Circuito Mundial Júnior em continente europeu. Giulia Takahashi e Laura Watanabe venceram, na final, as alemãs, por 3 a 1, garantindo a conquista na categoria infantil feminino do Aberto da Sérvia, em Zrenjanin. O tênis de mesa brasileiro também subiu ao pódio na competição de equipes juvenil masculino, onde Eduardo Tomoike, Guilherme Teodoro e Kenzo Carmo ficaram com a medalha de prata.

Giulia e Laura superaram inicialmente as russas, na semifinal, por 3 a 1. No primeiro jogo, Giulia foi superada por Karina Iusupova: 3 a 2 (4/11, 9/11, 11/6, 11/9 e 4/11). Depois, só deu Brasil. Laura bateu Sofia Umanets, devolvendo o 3 a 2 (11/5, 11/9, 9/11, 8/11 e 12/10). Nas duplas, elas venceram Karina Iusupova e Mariia Bordiugovskaia, por 3 a 0 (11/3, 16/14 e 11/3). Giulia garantiu a passagem para decisão, contra Sofia Umanets: 3 a 0 (11/9, 11/5 e 11/5).

Na final, outro show contra as alemãs. Laura venceu a primeira, contra Jele Stortz, por 3 a 2 (8/11, 12/10, 10/12, 13/11 e 11/8). Giulia caiu para Mia Griesel, por 3 a 0 (2/11, 9/11 e 4/11). Nas duplas, 3 a 2 contra Mia e Jele (6/11, 12/10, 11/7, 8/11 e 11/8). Finalmente, Giulia garantiu o ouro contra Jele, por 3 a 0 (11/5, 11/9 e 11/2).

“A palavra certa que define esse título é superação. Na semifinal, enfrentamos a Rússia, que era a favorita ao título. Tanto a Giulia quanto a Laura conseguiram propor mudanças muito interessantes, fora da zona de conforto delas. Pois nem sempre o que elas têm de forte é o necessário para ganhar. A Giulia teve que fazer uma mudança para um ritmo mais lento, o que é bem desconfortável para ela. A Laura, que não tem tanta confiança do lado esquerdo, hoje soltou muito bem. Na final, a mesma coisa. Começou bem complicado e elas suportaram a pressão. Posso dizer que hoje elas executaram o melhor jogo que elas têm”, disse o técnico Hideo Yamamoto.

Os meninos passaram pelos russos com autoridade na semifinal: 3 a 0. Vitórias de Eduardo Tomoike sobre Rusian Cherkes, por 3 a 2 (12/10, 7/11, 12/10, 6/11 e 11/9); de Guilherme Teodoro sobre Damir Akhmetsafin, com o mesmo placar (7/11, 7/11, 11/9, 11/9 e 11/6); e, de Kenzo Carmo sobre Maksim Bokov, por 3 a 1 (11/7, 11/8, 6/11 e 11/7).

Na decisão, derrota para a República Tcheca, por 3 a 1. Guilherme Teodoro venceu a primeira, contra Radek Skala: 3 a 0 (11/2, 11/7 e 13/11). Na sequência, derrotas de Tomoike para Tomas Martinko, por 3 a 2 (11/6, 11/8, 7/11, 9/11 e 10/12); de Carmo contra Ondrej Kveton, com o mesmo placar (11/8, 14/16, 9/11, 11/5 e 7/11); e, de Teodoro diante de Martinko, por 3 a 1 (5/11, 11/9, 6/11 e 9/11).

Individual e Duplas
O Brasil já garantiu mais uma medalha para o último dia do Aberto da Sérvia, neste sábado. Giulia e Laura estão nas semifinais de duplas femininas, contra as russas Karina Iusupova e Mariia Bordiugovskaia. A partida está marcada para 7h30 (horário de Brasília). As meninas ainda podem brigar por mais dois pódios, no individual. Laura está na fase de 32, onde encara a montenegrina Andrea Bajovic, às 4h30. Giulia já está nas oitavas de final e aguarda a definição da adversária que irá enfrentar às 5h30.

Foto: Divulgação

Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes