Decisão sobre boicote indiano em Birmingham-2022 sairá em setembro


A Associação Olímpica da Índia (IOA) tomará uma decisão a respeito do possível boicote aos Jogos de Commonwealth em 2022,  após uma reunião do Conselho Executivo em setembro, anunciou o Secretário-Geral da entidade, Rajeev Meha.

A ameaça de boicote da delegação indiana em Birmingham iniciou após a não-incluída do Tiro. O Secretário-Geral já teria pedido uma autorização para realizar o boicote ao Ministro do Esportes da Índia, Kiren Rijiiju. A IOA já decidiu não particpar da Assembleia Geral da Federação dos Jogos da Commonwealth (CGF), em Kigali, também em setembro.

O tiro deu 16 medalhas para a Índia, incluindo sete ouros, na última edição dos Jogos, em Gold Coast-2018. Ainda que não seja um esporte obrigatório, ele faz parte do evento em todo os jogos desde 1974.

O assunto rendeu intenso debate no país. Enquanto a Gauri Sheoran, bronze nos Jogos Asiáticos, defende a posição dos dirigentes, Rajat Chuhan, medalhista de ouro nos Jogos Asiáticos e Prata no Mundial de Tiro com Arco em 2015, lembrou que o seu esporte também ficou de fora da programação, desde 2014, e mesmo assim "ninguém pensou em boicotar", lembrando que outros atletas indianos serão prejudicados.


Foto: PTI

Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes