Surto História: 25 anos do título mundial de basquete feminino


12 de junho de 1994 é uma data mais do que especial para o basquete feminino brasileiro. Faz 25 anos que 'Magic' Paula, Hortência, Janeth e cia conseguiram o maior título da história , o mundial de 1994 disputado na Austrália.

Depois de dois resultados ruins nos últimos mundiais, a geração de Paula e Hortência vinha pressionada a conquistar ao menos uma boa colocação nesse mundial. Com o único título de expressão até então tinha sido o Pan de Havana em 1991 e indo para o seu quinto mundial seguido, as duas principais estrelas brasileiras afirmaram que esse seria o último torneio disputado pela as duas.

O Brasil vinha com um técnico desconhecido, Miguel Ângelo da Luz, e não embarcou para a Austrália como favorita. a seleção foi para o outro lado do mundo muito desacreditada. O time teve problemas no garrafão, quando Marta Sobral, a principal pivô brasileira, não foi convocada pois teve um problema médico, um mioma e ela voltou a jogar sem estar no melhor dos ritmos. Miguel Ângelo então resolveu apostar em duas jovens (e altas) jogadoras: Alessandra, de 21 anos e Cíntia Tuiú, de 19. Apesar da juventude, elas aumentavam a altura do garrafão brasileiro, uma grande carência do time em relação as outras seleções estrangeiras naquela época.

O Brasil estava no  Grupo C contra Taipei Chinês (Taiwan), Polônia e Eslováquia. O Brasil estreou no dia 2 de junho com uma vitória fácil em cima de Taiwan por 112 a 83, com um show de Janeth, com um duplo duplo de respeito: 23 pontos e 18 assistências. Alessandra fez outro duplo-duplo com 20 pontos e pegou 13 rebotes e Magic Paula fez 22 pontos e deu 8 assistências. Hortência também marcou 22 pontos.

No segundo jogo contra a Eslováquia, a primeira derrota na competição, por 99 a 88. Hortência marcou 27 pontos e Paula fez 22 pontos. No último jogo, contra a Polônia, pressionada, só a vitória interessava a seleção, e ela veio, por 87 a 77, graças a atuação incrível de Alessandra que anulou a pivô polonesa Margo Dydek . Hortência de novo marcou 27 pontos e foi o destaque brasileiro.

O Brasil passou para a segunda fase, em um grupo com China, Cuba e Espanha. O Brasil estreou contra Cuba e Janeth brilhou novamente, comandando a vitória brasileira por 111 a 91, com incríveis 38 pontos. Hortência também contribuiu com 25 pontos. No segundo jogo contra a China, mais uma derrota, agora por 97 a 90, com grande atuação da pivô chinesa de 2,04m, Haixia Zheng. Do lado brasileiro, Hortência marcou 36 pontos, Janeth marcou 27 e Paula marcou 21 pontos. O último jogo era decisivo, quem vencesse iria para a semifinal. E em um jogo dramático, decidido graças a ótima atuação de Janeth nos lances livres no fim da partida, deu a vitória ao Brasil por 92 a 87. Hortência marcou 25 pontos e Janeth fez 24 pontos, sendo 18 só em lances livres, um recorde em mundiais até hoje não superado.

O Brasil foi para a semifinal e foi enfrentar os Estados Unidos, que eram uma seleção fortíssima, que contava com as craques Teresa Edwards e Katrina McClain e com uma jovem estrela, Lisa Leslie. Foi um jogo muito duro, equilibrado, que foi decidido apenas no fim, com uma incrível vitória brasileira por 110 a 107. Hortência foi letal com 32 pontos e foi o grande destaque do time. Paula fez 29 pontos e Janeth fez 22.

Agora a final era um reencontro contra a China, que tinha vencido o Brasil na segunda fase. As brasileiras sabiam que tinham que parar a gigante Haixia Zheng se quisessem ser campeãs mundiais. E nessa final do dia 12 de junho, Alessandra e Cíntia Tuiú fizeram uma partida excepcional na defesa. Não deu pra parar totalmente a Zheng, mas o resto do time chinês não foi tão efetivo assim e na final brilhou a estrela de nosso 'Big Three', Hortência, Paula e Janeth. A rainha Hortência repetiu a pontuação da semifinal e fez 32 pontos, se firmando como a cestinha da competição. Janeth marcou 20 pontos e Paula fez 17.  Fim de jogo, Brasil 96 a 87, e o Brasil conquistou um título mundial inédito e histórico para o Basquete brasileiro.

o Título fez justiça uma geração de craques que o Brasil tinha no basquete e Paula e Hortência, que tinham dito antes do mundial que iriam se aposentar da seleção, mudaram de ideia e resolveram se manter na seleção brasileira até os jogos olímpicos de 96 em Atlanta, pois elas sabiam que precisavam ter uma grande atuação em olimpíadas para coroar a carreira, coisa que elas nunca tiveram, pois só tinham ido a edição de Barcelona . E voltaram com a prata de lá, fechando com o chave de ouro o ciclo dessa geração, com Janeth para comandar os sucesso da próxima geração.

Veja abaixo o Elenco do Brasil campeão mundial de basquete feminino de 1994 

4- Hortência 
5- Helen Luz 
6- Adriana
7- Leila Sobral 
8- 'Magic' Paula 
9- Janeth 
10- Roseli Gustavo 
11- Simone 
12- Ruth 
13- Alessandra 
14- Cíntia Tuiú 
15- Dalila
Técnico: Miguel Ângelo da Luz


Abaixo um vídeo com os últimos momentos da final contra China, com Narração do saudoso Luciano do Valle e comentários de Álvaro José pela TV Bandeirantes:


Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes