Pan-Americano de Esgrima 2019 - Dia 2: Toldo é prata e Moellhausen bronze



O Brasil faturou, na noite de sexta-feira (28), suas primeiras medalhas no Pan-Americano de Esgrima, disputado em Toronto (CAN). Em uma competição reunindo os melhores atletas do continente, Guilherme Toldo faturou a medalha de prata no florete masculino e  Nathalie Moellhausen conquistou a medalha de bronze na espada feminina.

A campanha de Toldo, sétimo melhor inscrito e 55º melhor do mundo, começou com uma boa poule, na qual assegurou cinco vitórias e apenas uma derrota, para o chileno Juvenal Alarcon. Seguiram-se duas vitórias nas eliminatórias diante do mexicano Diego Cervantes (15-12) e do venezuelano Cesar Aguirre (15-7), antes dos testes finais: uma vitória por 14-13 diante do norte-americano Nick Itkin (17º) nas quartas e uma virada sensacional diante de Alexander Massialas, 12º melhor do mundo e vice-campeão olímpico (2016) e mundial (2015): saindo de 7-13, Toldo ganhou por 15-14. Já na final, ele não foi páreo para Race Imboden (USA), que conquistou assim seu tetracampeonato pan-americano, seguindo-se os títulos de 2011, 2012 e 2015. Com a vitória sobre Itkin, Toldo impediu um pódio inteiramente norte-americano, já que a outra medalha de bronze ficou com Gerek Meinhardt (USA, 6º).

Os outros brasileiros tiveram boas participações na poule, mas não avançaram na briga por medalhas. Heitor Shimbo caiu nas oitavas diante do venezuelano Victor Leon, no toque final (15-14), enquanto Henrique Marques e Julien Baneux perderam na primeira rodada da fase final.

A equipe de florete masculina é a que tem mais chances de classificar para as Olimpíadas: atualmente briga com o Canadá pela vaga continental, contanto que os EUA, atuais líderes com folga do ranking, assegurem uma das quatro vagas mundiais. O time brasileiro é o 14º melhor do mundo, duas posições à frente do Canadá.



Já na competição de espada feminina, Nathalie Moellhausen começou bem a fase classificatória, com quatro vitórias e uma derrota, mesma campanha de Amanda Netto Simeão. Já Victoria Vizeu teve três vitórias e duas derrotas, enquanto Marcela Silva conquistou duas vitórias em seis jogos e todas as quatro passaram para as eliminatórias. Na primeira rodada, com as 32 melhores, Vizeu perdeu para Maria Martinez (VEN), enquanto Netto Simeão perdeu para Maria Luisa Doig (PER), enquanto Silva parou logo de cara a cabeça 1, Kelley Hurley, 10ª melhor do mundo.

Nathalie avançou com vitórias largas sobre Elizabeth Medina (MEX, 15-8), Ka Yan Sze (CAN, 15-9) e Montserrat Viveros (PAR, 15-9), antes de cair nas semifinais diante da eventual campeã Hurley por 15-9. A medalha de prata ficou com a venezuelana Maria Martinez, e Doig levou a segunda medalha de bronze para o Peru.

EUA também dominaram primeiro dia de competições

O Pan-Americano de Esgrima teve início na quinta-feira, dia 27, e as duas provas também contaram com triunfos de atletas norte-americanos. No florete feminino, Nicole Ross (USA) venceu Jessica Zi Jia Guo (CAN) na final, por diferença mínima e por tempo (11-10). O pódio foi 75% canadense, já que as locais Eleanor Harvey e Kelleigh Ryan completaram o pódio. As quatro brasileiras passaram pela fase classificatória. Mariana Pistoia foram eliminadas pelas norte-americanas Lee Kiefer e Nzingha Prescod nas oitavas de finais enquanto Ana Toldo e Ana Beatriz Bulcão pararam na primeira fase, derrotadas por Ryan e Flavia Johana Mormandi (ARG), respectivamente.

No sabre masculino, o líder do ranking mundial Eli Dershwitz venceu por apertados 15-14 o colega de seleção e 16º melhor do mundo Daryl Homer na final. Já as medalhas de bronze foram para Pascual Maria Di Tella (ARG) e Joseph Polossifakis (CAN). Entre os brasileiros, Bruno Pekelman e Fernando Scavasin conseguiram passar para a fase final, mas foram eliminados na primeira rodada por Khalil Thompson (EUA) e Luis Correa Vila (COL), respectivamente. Já Henrique Garrigos e Fabio Salles empataram em 32º nas poules e não avançaram na competição.


Último dia de Pan-americano conta com mais oito brasileiros em ação
A competição encerra-se hoje na cidade canadense. Giulia Gasparin, Karina Trois, Luana Pekelman e Luiza Lee representarão o Brasil no sabre feminino, que conta com as norte-americanas, encabeçadas pela sétima do ranking, Anne-Elizabeth Stone, como principais favoritas. 

Já na espada masculina, Alexandre Camargo, Athos Schwantes, Fabrizio Lazaroto e Richard Grunhauser estarão na prova que conta com a participação do venezuelano campeão olímpico Ruben Limardo Gascon, 4º do ranking e outros dois top10: os norte-americanos Jacob Hoyle e Curtis McDowald.
Fotos: Divulgação / Facebook Confederação Brasileira de Esgrima

Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes