Era Uma Vez... os XVII Jogos Olímpicos de Inverno: Lillehammer 1994

Lillehammer 1994

Período - 12 a 27/02/1994
Nações - 64
Atletas - 1737
Esportes -12
Eventos - 61



Após a decisão do Comitê Olímpico Internacional de realizar os Jogos de Inverno em anos alternados aos de Verão, os Jogos sediados em Lillehammer (NOR), no ano de 1994, foram o ponto de transição. A medida buscava aumentar a visibilidade da competição de inverno, ofuscada pela expectativa em relação aos Jogos de Verão.

Após enviar uma delegação com sete atletas em Albertville, o Brasil enviou para Lillehammer apenas um: Lothar Christian Munder, que terminou na 50° colocação no downhill masculino.

A Rússia terminou a Olimpíada de 1994 na liderança, mesmo após o desmembramento da União Soviética: 11 ouros, 8 pratas e 4 bronzes. A Noruega aproveitou bem a oportunidade e terminou em 2° lugar: 10 ouros, 11 pratas e 5 bronzes. E a Alemanha fechou na 3ª colocação, com 9 ouros, 7 pratas e 8 bronzes.

FATOS:

- O fato mais marcante em Lillehammer foi uma trama que começou fora das pistas: a norte-americana Nancy Kerrigan era considerada como uma das favoritas ao ouro na patinação artística, mas em janeiro, próximo ao campeonato norte-americano, ela foi agredida por um homem com uma barra de ferro no joelho, o que a deixou fora da competição. Ainda sim, ela se recuperou a tempo da Olimpíada, e terminou com uma medalha de prata. Após a competição, descobriu-se que a mandante do crime foi a rival de Kerrigan: Tonya Harding afastou a colega da competição nacional e ficou com o título; em Lillehammer, porém, terminou apenas na 8ª colocação. Uma história de filme esportivo clichê.

- O norueguês Johann Olav Koss fez a trinca nos Jogos de Lillehammer: levou o ouro nos 1000m, 5000m e 10000m. Foi o maior vencedor dos Jogos ao lado da russa Ljubov Egorova, que levou 3 ouros e 1 prata no Esqui Cross-Country.

- A norte-americana Bonnie Blair tornou-se a primeira mulher a conquistar o tricampeonato na patinação de velocidadenos 500m. Blair também conquistou o bicampeonato dos 1000m em Lillehammer.

- Em meio à Guerra da Bósnia, duro confronto separatista entre as nações que faziam parte da antiga Iugoslávia, a equipe de bobsled com quatro homens da Bósnia e Herzegovina tinha entre os integrantes um croatadois bósnios e um sérvio. Uma demonstração de afeto em meio ao ódio que corroía aquelas nações.

- Manuela Di Centa da Itália ganhou medalhas em todos os cinco eventos de cross-country. O biatlo feminino foi dominado por Myriam Bédard, do Canadá, que ganhou as duas corridas individuais.

- Os suíços Gustav Weder e Donat Acklin tornaram-se os primeiros vencedores da repetição do bobsled de dois lugares.

- quatorze países estrearam nos jogos, sendo nove ex-repúblicas soviéticas

Confira o quadro completo de medalhas, logo abaixo:


 Posição País Medalha de ouro Medalha de prata Medalha de bronze GoldSilverBronze medals.svg
1 Rússia Rússia 11 8 4 23
2 Noruega Noruega 10 11 5 26
3 Alemanha Alemanha 9 7 8 24
4 Itália Itália 7 5 8 20
5 Estados Unidos Estados Unidos 6 5 2 13
6 Coreia do Sul Coreia do Sul 4 1 1 6
7 Canadá Canadá 3 6 4 13
8 Suíça Suíça 3 4 2 9
9 Áustria Áustria 2 3 4 9
10 Suécia Suécia 2 1 3
11 Japão Japão 1 2 2 5
12 Cazaquistão Cazaquistão 1 2 3
13 Ucrânia Ucrânia 1 1 2
14 Uzbequistão Uzbequistão 1 1
15  Bielorrússia 2 2
16 Finlândia Finlândia 1 5 6
17 França França 1 4 5
18 Países Baixos Holanda 1 3 4
19 China China 1 2 3
20 Eslovênia Eslovênia 3 3
21 Grã-Bretanha Grã-Bretanha 2 2
22 Austrália Austrália 1 1
TOTAL 61 61 61 183
Fonte: Wikipédia



Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes