한국에 오신 것을 환영합니다 - A bandeira da Coreia do Sul


Por Juliana Trombini

Muito diferente do que estamos acostumados com o ocidente, em que até mesmo famílias e clãs possuíam bandeiras e brasões desde os primeiros séculos, para mostrarem quem eram, de onde viam e como forma de legado, não foi isso o que aconteceu no território coreano.

A Coreia nunca teve uma bandeira até 1876, durante o reinado da dinastia Joseon. Antes desse período, a Coreia não viu necessidade ou importância para uma bandeira nacional. Essa questão surgiu durante as negociações do tratado Japão-Coreia de 1876, quando o Império do Japão exibiu sua bandeira japonesa e a dinastia Joseon não tinha um símbolo nacional correspondente a ser exibido. Alguns propuseram a criação da bandeira, porém o governo coreano continuou a tratar isso como algo sem importância.

A partir de 1880, o aumento das negociações internacionais fez com que a Coreia pensasse seriamente num símbolo próprio. A proposta mais popular foi descrita nos documentos da "Estratégia da Coreia", pelo delegado chinês Huang Zunxian. A ideia era incorporar a bandeira da dinastia Qing da China com a da dinastia Joseon da Coreia. Após diversas conversas e modificações, ambas as dinastias aceitaram a proposta.

A primeira vez que a bandeira foi usada oficialmente foi num tratado entre Coreia e Estados Unidos, porém a bandeira era semelhante à do Japão, o que causou muita discussão e controversas. Para que não houvesse mais confusão, Park Yeong-hyo criou a bandeira semelhante a que conhecemos hoje, com o fundo branco, um círculo vermelho e preto e quatro trigramas azuis dos oito utilizados pela dinastia Joseon.
Durante a invasão japonesa na Coreia, entre 1910 a 1945, uma bandeira muito semelhante com a atual bandeira foi utilizada pelo governo provisório exilado na China.

Com o restauração da independência coreana em 1945 e, posteriormente, com a separação das Coreias, em 1949, esta bandeira foi oficialmente declarada como a bandeira da Coreia do Sul, enquanto a Coreia do Norte criaria a sua própria anos mais tarde.

Apesar de parecer simples, a bandeira possui especificações dimensionais exatas que foram codificadas pelo governo em 1984. As cores exatas foram especificadas por decreto presidencial em 1997.
 
A bandeira
A bandeira sul coreana é conhecida também como Taegukgi (também grafada como Taegeukgi) se significa literalmente "a suprema bandeira final”.

Ela é dividida em três partes: 
- um fundo branco retangular, que significa a pureza do povo coreano;

- um Taeguk vermelho e azul no centro, derivado do Yin Yang chinês simbolizando o perfeito equilíbrio entre o Yin azul (negatividade) e Yang vermelho (positividade). As duas partes juntas mostram como as energias opostas possuem um movimento infinito;

-e quatro trigramas pretos nas diagonais, que foram selecionados dentro dos oito originais, para representarem cada uma a força da natureza, estação do ano, ponto cardeal, virtude, elemento e significado.

Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes