Era Uma Vez...Os Jogos da XXVIII Olimpíada

Atenas 2004

Período - 11/08 a 29/08/2004
Nações - 201
Atletas - 10.560
Esportes - 28
Eventos - 301








Em 2004, os Jogos Olímpicos retornaram para a Grécia, o lar dos Jogos Olímpicos antigos e modernos. O arremesso de peso masculino e feminino foram disputados no antigo estádio, em Olímpia (GRE). O Trajeto da maratona seguiu o mesmo traçado da maratona de 1896, começando na cidade de Maratona (GRE) e terminando Estádio Panathenaico, em Atenas (GRE). Os eventos de Tiro com Arco também foram sediados no Estádio Panatenaico.

Após um período de dúvidas em relação à capacidade da Grécia de realizar os Jogos, causadas pelo atraso nas obras de construção e reforma dos locais de competição, Atenas contou com uma grande popularidade. 3,9 bilhões de pessoas em todo o mundo acompanharam as competições por mais de trezentos canais de televisão, um recorde na história olímpica


O Brasil nos Jogos Olímpicos 

O Brasil participou com 247 atletas, em 26 esportes: Atletismo, Basquete, Boxe, Canoagem, Ciclismo,  Esgrima, Futebol, Ginástica Artística, Ginástica Rítmica Desportiva, Handebol, Hipismo, Iatismo, Judô, Luta, Nado Sincronizado, Natação, Pentatlo Moderno, Remo, Saltos Ornamentais, Taekwondo, Tênis, Tênis de Mesa, Tiro Esportivo, Triatlo, Vôlei e Vôlei de Praia.

Em Atenas, o Brasil ganhou dez medalhas: Ouro com Robert Scheidt (Iatismo - Classe Laser), Vôlei Masculino, Rodrigo Pessoa (Hipismo - Saltos Individual), Ricardo/Emanuel (Vôlei de Praia) e Torben Grael/Marcelo Ferreira (Iatismo - Classe Star); Prata com Futebol Feminino e Adriana Behar/Shelda (Vôlei de Praia) e Bronze com Flávio Canto (Judô - 81kg), Leandro Guilheiro (Judô - 73kg) e Vanderlei Cordeiro de Lima (Atletismo - Maratona). O país ficou em 16º lugar no quadro de medalhas, sua melhor posição na história.

Em Atenas um atleta brasileiro recebeu a medalha Pierre de Coubertin. Vanderlei Cordeiro de Lima, que liderava a prova, foi atacado pelo padre irlandês Cornelius Horan. Com ajuda de espectadores, Vanderlei voltou a corrida, mas acabou ficando com o bronze. Seu espírito esportivo  o fez ser condecorado e considerado um herói olímpico.

FATOS

- Na véspera da cerimônia de abertura, os atletas gregos Konstantinos Kenteris e Ekaterini Thanou abandonaram os Jogos após se recusarem a fazer exames antidoping e alegarem um acidente de moto.

- Austrália foi o primeiro país na história olímpica para ganhar mais medalhas de ouro (17)  do que nos Jogos Olímpicos que sediou, onde ganhou 16 medalhas de ouro.

- Hicham El Guerrouj (MAR) se tornou o primeiro atleta desde Paavo Nurmi (FIN) em 1924 a vencer os 1500m e os 5000m na mesma Olimpíada.

- Depois de cinquenta e dois anos a Argentina voltou a ganhar medalhas de ouro em Jogos Olímpicos. As equipes de futebol e de basquetebol masculino venceram seus torneios no mesmo dia.

- No basquete, o feito argentino foi mais memorável, pois eles quebraram a hegemonia dos EUA ao vencer o torneio Olímpico de Basquete Masculino, derrotando os americanos na semifinal por 89-81 e a Itália na final por 84-69.

- Natalia Lavrova (RUS) foi a primeira atleta a vencer duas medalhas na Ginástica Rítmica Desportiva em uma mesma Olimpíada.


QUADRO DE MEDALHAS

   
OURO  PRATA  BRONZE
USA 36 39 27
CHN 32 17 14
RUS 27 27 38
AUS 17 16 16
JPN 16 9 12
GER 13 16 20
FRA 11 9 13
ITA 10 11 11
KOR 9 12 9
GBR 9 9 12
BRA 5 2 3

Postar um comentário

Copyright © Surto Olimpico. Designed by OddThemes