Últimas Notícias

Judocas do mundo inteiro se reúnem na Espanha para último contato antes de Paris 2024

Judocas do mundo inteiro se reunem na Espanha para último contato antes de Paris 2024
Foto: Divulgação/CBJ

Muitos dos principais nomes do judô mundial se reuniram na Espanha ao longo da última semana para um último teste antes dos Jogos Olímpicos de Paris. Campeões mundiais, olímpicos, medalhistas em Grand Slam lotaram o dojô de Benidorm, em Alicante, para uma semana de treinos intensos e muito estudo tático de seus possíveis adversários. 

Para o Brasil, o camp serviu como último laboratório para os cinco atletas que a CBJ levou à Espanha: Michel Augusto (60kg), Guilherme Schimid (81kg), Rafael Macedo (90kg), Leonardo Gonçalves (100kg) e Ketleyn Quadros. Na avaliação da comissão técnica, a estratégia deu certo. 

“Logo depois do Mundial a gente fez uma espécie de pré temporada, com um treinamento bastante específico de ganho na condição física e no aprimoramento da condição técnica e tática. E, por fim, tivemos esse estímulo que é treinar com os melhores atletas do mundo aqui na Espanha, que no aspecto tático é muito bom. Serviu para termos uma pequena avaliação de como foi a preparação técnica e física”, explicou Kiko Pereira, treinador da seleção masculina. 

“A resposta foi bastante positiva. Os atletas conseguiram superar bem os treinamentos e esse último encontro é o último contato do judô mundial. Conseguimos ter um termômetro nesses últimos dias de como estarão os atletas nos Jogos Olímpicos.”

A principal característica desse tipo de treinamento é o alto volume de randoris, treinamentos que simulam lutas. É uma ótima oportunidade para estudar novos adversários ou testar estratégias para encarar os principais da categoria. A máxima de que “é no treino que se conquista a medalha” é levada ao pé da letra, neste caso. 

“São encontros como esses, muito próximos dos Jogos Olímpicos, que vão dar confiança. É muito importante o atleta, nesse final de preparação, estar confiante. E esse treino serviu bastante para os nossos atletas adquirirem confiança”, resumiu Kiko.



0 Comentários

.

APOIE O SURTO OLÍMPICO EM PARIS 2024

Sabia que você pode ajudar a enviar duas correspondentes do Surto Olímpico para cobrir os Jogos Olímpicos de Paris 2024? Faça um pix para surtoolimpico@gmail.com ou contribua com a nossa vaquinha pelo link : https://www.kickante.com.br/crowdfunding/ajude-o-surto-olimpico-a-ir-para-os-jogos-de-paris e nos ajude a levar as jornalistas Natália Oliveira e Laura Leme para cobrir os Jogos in loco!

Composto por cinco editores e sete colaboradores, o Surto Olímpico trabalha desde 2011 para ser uma referência ao público dos esportes olímpicos, não apenas no Brasil, mas em todo o mundo.

Apoie nosso trabalho! Contribua para a cobertura jornalística esportiva independente!

Digite e pressione Enter para pesquisar

Fechar