Últimas Notícias

Seleção Brasileira de futebol de cegos passa a treinar na grama sintética em clima similar ao de Paris

Seleção Brasileira de futebol de cegos passa a treinar na grama sintética em clima similar ao de Paris
Foto: Alessandra Cabral/CPB



A Seleção Brasileira de futebol de cegos vem fazendo alguns ajustes em sua preparação para os Jogos Paralímpicos de Paris 2024, com o objetivo de simular condições de jogo semelhantes àquelas que os jogadores encontrarão na França.

Concentrado em João Pessoa desde janeiro para ampliar o entrosamento e o ritmo de jogo, o grupo costuma treinar com bola dentro de um ginásio fechado, em quadra com piso de cimento, no Instituto dos Cegos da Paraíba Adalgisa Cunha. A partir de agora, algumas vezes na semana, a comissão técnica vai levar os atletas para a cidade vizinha de Conde, também na Paraíba, onde os treinamentos acontecerão ao ar livre, em quadra com piso de grama sintética. A ideia é fazer uma espécie de aclimatação para o que se espera encontrar durante a competição na capital francesa, que terá início em 28 de agosto, época ainda de verão na Europa.

“Estamos chegando mais perto dos Jogos e, por isso, começamos a organizar esses treinos por dois motivos: um é a grama, que é a superfície onde jogaremos lá. O jogo fica mais lento, o guizo da bola faz menos barulho. E outro ponto é o clima. Esperamos que, em Paris, a temperatura esteja ao redor dos 24º. Então, quando chegarmos lá, estaremos bem adaptados tanto à grama quanto ao clima”, explicou o treinador, Fábio Vasconcelos, que tentará conduzir o Brasil ao sexto título paralímpico.
Desde a inserção da modalidade na grade dos Jogos, em Atenas 2004, o país é o único ganhador da história.

Ao longo do ano, a comissão técnica vem utilizando diferentes estratégias para melhorar a performance do elenco. Uma delas foi a inclusão de atividades físicas na areia da praia, cujo objetivo principal é o ganho de condicionamento físico.

O Brasil já conhece seus adversários na fase de grupos dos Jogos. A estreia será em 1º de setembro, contra a Turquia, às 13h30 (de Brasília). No dia 2, às 15h30, os pentacampeões pegarão a França, derrotada este ano no Desafio Internacional. A última partida da primeira fase acontecerá no dia 3, às 13h30, diante da China, algoz dos brasileiros na semifinal do último Grand Prix da Federação Internacional de Esportes para Cegos (IBSA), que terminou com a Colômbia campeã e o Brasil em terceiro.

A aclimatação das três modalidades da Confederação Brasileira de Desportos de Deficientes Visuais (CBDV) na França será na cidade de Troyes, a cerca de 160 km de Paris. A primeira leva de atletas a chegar será do goalball, no dia 15 de agosto. O futebol chega no dia 20, e o judô, no dia 23. A cerimônia de abertura dos Jogos Paralímpicos está marcada para o dia 28 de agosto.

0 Comentários

.

APOIE O SURTO OLÍMPICO EM PARIS 2024

Sabia que você pode ajudar a enviar duas correspondentes do Surto Olímpico para cobrir os Jogos Olímpicos de Paris 2024? Faça um pix para surtoolimpico@gmail.com ou contribua com a nossa vaquinha pelo link : https://www.kickante.com.br/crowdfunding/ajude-o-surto-olimpico-a-ir-para-os-jogos-de-paris e nos ajude a levar as jornalistas Natália Oliveira e Laura Leme para cobrir os Jogos in loco!

Composto por cinco editores e sete colaboradores, o Surto Olímpico trabalha desde 2011 para ser uma referência ao público dos esportes olímpicos, não apenas no Brasil, mas em todo o mundo.

Apoie nosso trabalho! Contribua para a cobertura jornalística esportiva independente!

Digite e pressione Enter para pesquisar

Fechar