Últimas Notícias

Após bater Top 16 do mundo, Brasil se despede do US Open de Badminton

Jonathan Matias venceu um Top16 no US Open 2024. - Foto: arquivo badmintonpanam.org

 

A delegação brasileira de badminton se despediu do US Open 2024 da modalidade nesta quinta-feira (28). Os atletas do Brasil tiveram bons momentos na competição, com destaque para a vitória de Jonathan Matias sobre um Top 16, cabeça de chave nº 1 da disputa de simples. O US Open está sendo disputado no Centro de Convenções de Fort Worth, no Texas, e segue até o domingo (30).

 

Os brasileiros acabaram por não avançar para as quartas de finais da competição, mesmo conseguindo vitórias importantes na disputa. No simples feminino, Juliana Vieira, que representará o Brasil em Paris-2024, venceu a primeira partida contra Ishika Jaiswal, dos Estados Unidos, por 2-0, parciais de 21-10 e 21-16, no entanto, na partida seguinte acabou superada pela japonesa Hina Akechi em sets diretos por 21-16 e 21-14 e se despediu da competição.

 

Nas disputas do simples masculino é de onde vieram os resultados mais expressivos do Brasil na competição. Jonathan Matias fez a sua estreia contra Lin Chun-Yi, de Taipé Chinê, que é o nº 16 do ranking mundial e chegou ao torneio nos Estados Unidos como o cabeça de chave nº 1, terminando com uma grande vitória brasileira em 2-0, parciais de 22-20 e 21-18. Na sequência, Jonathan acabou superado por Liao Jhuo-Fu, também de Taipé Chinês por 2-0, parciais de 21-19 e 21-10.

 

Na outra partida de simples, outro representante brasileiro em Paris-2024, Ygor Coelho, estreou com uma boa vitória sobre o francês Alex Lanier, cabeça de chave nº6, por 2 sets a 1, parciais de 21-18, 7-21 e 21-15. Na partida seguinte, Ygor acabou levando a virada do japonês Yushi Tanaka e se despediu da competição com parciais de 17-21, 21-13 e 21-15.

 

Nas duplas masculinas, os brasileiros Izak Batalha e Matheus Voigt estrearam com vitória de virada sobre os búlgaros Ivan Rusev e Iliyan Stoynov, parciais de 12-21, 21-14 e 21-16. Na sequência Batalha/Voigt acabaram superados pela dupla dinamarquesa Sondergaard/Toft, cabeças de chave nº 3 do torneio, em 2-0, parciais de 21-15 e 21-14. A dupla da Dinamarca havia superado na estreia a outra dupla brasileira na competição, Fabrício Farias e Davi Silva, parciais de 21-15 e 21-13.

 

Nas duplas femininas, a parceria brasileira formada por Jaqueline Lima e Samia Lima foram superadas na partida de estreia pela dupla Audrey Chang e Ella Lin em sets diretos, parciais de 21-12 e 21-18 e não avançaram na disputa.

 

Mais duas vitórias da delegação brasileira vieram nas duplas mistas. Davi Silva e Samia Lima venceram Zicheng Xu e Nicole Krawczyk, dos Estados Unidos, por 2-0, parciais de 21-15 e 21-12, enquanto Fabrício Farias e  Jaqueline Lima avançaram após desistência da dupla chinesa Cheng Xing e Li Qian.

 

Nas oitavas de finais, Davi e Samia foram superados pela dupla tailandesa Teeraratsakul e Muenwong, cabeças de chave nº 3, em sets diretos com parciais de 21-9 e 21-14. Fabrício e Jaqueline também ficaram pelas oitavas ao serem superado por Chen Zi Yi e Francesca Corbett, dos Estados Unidos, parciais de 21-17 e 21-16, encerrando a participação brasileira no US Open de Badminton 2024.


0 Comentários

.

APOIE O SURTO OLÍMPICO EM PARIS 2024

Sabia que você pode ajudar a enviar duas correspondentes do Surto Olímpico para cobrir os Jogos Olímpicos de Paris 2024? Faça um pix para surtoolimpico@gmail.com ou contribua com a nossa vaquinha pelo link : https://www.kickante.com.br/crowdfunding/ajude-o-surto-olimpico-a-ir-para-os-jogos-de-paris e nos ajude a levar as jornalistas Natália Oliveira e Laura Leme para cobrir os Jogos in loco!

Composto por cinco editores e sete colaboradores, o Surto Olímpico trabalha desde 2011 para ser uma referência ao público dos esportes olímpicos, não apenas no Brasil, mas em todo o mundo.

Apoie nosso trabalho! Contribua para a cobertura jornalística esportiva independente!

Digite e pressione Enter para pesquisar

Fechar