Últimas Notícias

Brasileiros conhecem chaves de duplas para o US Open

 

Rafael Matos e Luísa Stefani tem chaves divulgadas. Foto: Time Brasil/Reprodução

Os 6 brasileiros inscritos na chave de duplas do US Open foram sorteados para seus caminhos até o título do último Slam do ano. Na chave masculina, todos os jogos serão contra cabeças de chave, enquanto as meninas se livraram de pedreiras. Confira as chaves:

Bia Haddad Maia e a bielorrussa Victoria Azarenka iniciam a campanha contra a dupla húngara Babos/Bondar, na segunda fase podem pegar as favoritas n°4 Krawczyk/Schuurs.

Ingrid Martins e Lidzyia Marozava, da Bielorrússia, jogam a partida inicial contra Mattek-Sands(EUA)/Potapova(RUS) e podem enfrentar as cabeças de chave 8 Heish/Wang.

Luísa Stefani e a estadunidense Jennifer Brady, dupla inédita no circuito, jogará a primeira rodada contra as russas Pavlyuchenkova/Kalisnkaya. A primeira era a mais recente dupla de Luísa. Estão na mesma chave das cabeça de chave 13 Kudermetova/Samsonova.

O início de Marcelo Melo e o australiano John Peers será um confronto difícil contra os favoritos 13 Glasspool(GBR)/Heliovaara(FIN). Arevalo/Rojer, cabeça de chave 4, podem ser adversários na terceira fase.

Rafael Matos e seu parceiro português Francisco Cabral vão ter os belgas cabeças de chave 11 Gille/Vliegen na primeira fase do US Open. Os primeiros favoritos no caminho, se passarem pela estreia, serão Ram/Salisbury em uma possível quartas de final.

Marcelo Demoliner está na parte mais baixa da chave, jogando de forma inédita ao lado do indiano Yuki Brambhi, enfrenta os poloneses cabeças 9 do torneio Nys/Zielinski. Na terceira fase, caso avancem, podem pegar os favoritos 7 Roger-Vasselin/Gonzalez.

0 Comentários

.

APOIE O SURTO OLÍMPICO EM PARIS 2024

Sabia que você pode ajudar a enviar duas correspondentes do Surto Olímpico para cobrir os Jogos Olímpicos de Paris 2024? Faça um pix para surtoolimpico@gmail.com ou contribua com a nossa vaquinha pelo link : https://www.kickante.com.br/crowdfunding/ajude-o-surto-olimpico-a-ir-para-os-jogos-de-paris e nos ajude a levar as jornalistas Natália Oliveira e Laura Leme para cobrir os Jogos in loco!

Composto por cinco editores e sete colaboradores, o Surto Olímpico trabalha desde 2011 para ser uma referência ao público dos esportes olímpicos, não apenas no Brasil, mas em todo o mundo.

Apoie nosso trabalho! Contribua para a cobertura jornalística esportiva independente!

Digite e pressione Enter para pesquisar

Fechar