Últimas Notícias

Brasileiras não obtém bons resultados na Maratona do Mundial de Atletismo


Valdilene dos Santos Silva na maratona do Mundial
Foto: Wagner Carmo/CBAt


O calor e a alta umidade relativa do ar foram os principais adversários das atletas que disputaram a maratona do Campeonato Mundial de Atletismo de Budapeste, na Hungria. Das 77 corredoras que largaram na Praça dos Heróis, 12 não conseguiram completar as quatro voltas no circuito e a distância total de 42,195 km.


A largada foi dada às 7 horas (2 horas de Brasília), com 23 graus e 77% de umidade. A prova terminou com o termômetro marcando 29 graus e 57%, com muitas atletas precisando de atendimento médico.


As três brasileiras enfrentaram as condições climática e completaram a maratona. Valdilene dos Santos Silva ficou em 47º lugar, com 2:39:58. Andreia Hessel terminou na 52ª posição, com 2:42:23, enquanto Mirela Saturnino de Andrade fechou a prova em 64º, com 2:47:29.


“A gente sabia que a prova seria complicada e realmente foi. Fiquei entre as 50 e como sempre é um prazer representar o Brasil”, comentou Valdilene.


A Etiópia fez dobradinha na competição. A vitória foi de Amane Beriso Shankule (2:24:23), seguida de Gotytom Gebreslase (2:24:34). A marroquina Fátima Ezzahra Gardadi ficou com o bronze (2:25:17).


No Centro Nacional de Atletismo, Ana Caroline Miguel e Lívia Avancini não passaram à final do arremesso do peso. Ana ficou em 13º lugar no grupo A e em 25º no geral, com 17,18 m, enquanto Lívia terminou em 14º no B e em 27º no geral, com 16,62 m. O melhor resultado foi obtido pela holandesa Jessica Schilder, com 19,64 m.


Balotelli segue nas disputas do decatlo


Ainda na manhã deste sábado, o brasileiro José Fernando Santana, o "Balotelli", seguiu nas disputas do decatlo. 


Após as três provas realizadas (110m com barreiras, arremesso de disco e salto com vara), Balotelli soma 6504 pontos na 14ª colocação. O líder é o canadense Pierre Lepage, com 7477 pontos.


O decatlo chega ao fim na tarde deste sábado, com as provas do lançamento de dardo e dos 1500m.


0 Comentários

.

APOIE O SURTO OLÍMPICO EM PARIS 2024

Sabia que você pode ajudar a enviar duas correspondentes do Surto Olímpico para cobrir os Jogos Olímpicos de Paris 2024? Faça um pix para surtoolimpico@gmail.com ou contribua com a nossa vaquinha pelo link : https://www.kickante.com.br/crowdfunding/ajude-o-surto-olimpico-a-ir-para-os-jogos-de-paris e nos ajude a levar as jornalistas Natália Oliveira e Laura Leme para cobrir os Jogos in loco!

Composto por cinco editores e sete colaboradores, o Surto Olímpico trabalha desde 2011 para ser uma referência ao público dos esportes olímpicos, não apenas no Brasil, mas em todo o mundo.

Apoie nosso trabalho! Contribua para a cobertura jornalística esportiva independente!

Digite e pressione Enter para pesquisar

Fechar