Últimas Notícias

Jovane Guissone é bronze na Copa do Mundo de Paraesgrima nos Estados Unidos

Reprodução: cbesgrima.org.br
 


O brasileiro Jovane Guissone, medalhista de prata nos Jogos Paralímpicos de Tóquio 2020, conquistou neste domingo (15) sua primeira medalha em 2023.  Ele ficou com o bronze na Copa do Mundo de Paraesgrima de Washington, nos Estados Unidos, na competição de espada, ao cair na semifinal da competição.

 

Número 1 do ranking mundial da espada masculina B, Jovane não precisou passar pelas pules e pelo quadro de 32, obtendo classificação direta para o quadro de 16. Ele iniciou a campanha passando pelo alemão Balwinder Cheema. Depois, no quadro de 8, eliminou o japonês Michinobu Fujita, com vitória de 15 a 12. No jogo da semi, acabou caindo para o sexto colocado no ranking, o polonês Michal Dabrowski, por 15 a 12.

 

Esta foi a segunda competição valendo pontos na corrida por uma vaga nos Jogos Paralímpicos de Paris em 2024, em que o brasileiro tentará repetir o sucesso obtido em Londres 2012 (medalha de ouro) e Tóquio 2020 (prata). No primeiro torneio deste ranking específico, no final do ano passado, o brasileiro conquistou o título da Copa do Mundo de Eger, na Hungria.

 

“Venho lutando cada vez mais, acreditando cada vez mais. Eu sempre busco medalha, não importa a cor. São Copas do Mundo, qualificatórias para os Jogos Olímpicos. Consegui essa medalha na espada, estou muito feliz. Vou voltar para casa, acertar os erros que cometi aqui, botar em dia a minha esgrima que não consegui fazer aqui. Perder faz parte do dia a dia do atleta. O importante é tu acertar e sair com a medalha no peito”, disse Jovane Guissone.

 

O brasileiro vice-campeão paralímpico, fez questão de agradecer aos membros de sua equipe e ao apoio recebido para disputar a competição nos Estados Unidos. Ele ainda terá mais um desafio individual na Copa do Mundo de Paraesgrima em Wahsington, a disputa do torneio de florete, sua segunda arma, nesta segunda-feira (16). 


0 Comentários

.

APOIE O SURTO OLÍMPICO EM PARIS 2024

Sabia que você pode ajudar a enviar duas correspondentes do Surto Olímpico para cobrir os Jogos Olímpicos de Paris 2024? Faça um pix para surtoolimpico@gmail.com ou contribua com a nossa vaquinha pelo link : https://www.kickante.com.br/crowdfunding/ajude-o-surto-olimpico-a-ir-para-os-jogos-de-paris e nos ajude a levar as jornalistas Natália Oliveira e Laura Leme para cobrir os Jogos in loco!

Composto por cinco editores e sete colaboradores, o Surto Olímpico trabalha desde 2011 para ser uma referência ao público dos esportes olímpicos, não apenas no Brasil, mas em todo o mundo.

Apoie nosso trabalho! Contribua para a cobertura jornalística esportiva independente!

Digite e pressione Enter para pesquisar

Fechar