Jogos da Commonwealth 2022 - Dia 2


Vamos ao resumo do que aconteceu neste sábado (30), o segundo dia de disputas dos Jogos da Commonwealth, que estão sendo disputados em Birmingham (GBR).


Atletismo


Na maratona masculina, o ugandense Victor Kiplangat foi o vencedor com o tempo de 2:10:55. A prata ficou com o tanzaniano Alfonce Simbu e o bronze para o queniano Michael Githae. 

O detalhe é que Kiplangat, que ganhou o primeiro ouro de Uganda na história dos Jogos, pegou o caminho errado faltando pouco menos de 2km para o final. Mas a vantagem era tão grande, que ele voltou e ainda venceu.

Já entre as mulheres, a maratona foi vencida pela australiana Jessica Stenson, com a marca de 2:27:31. A queniana Margaret Muriuki levou a prata e a namibiana Helalia Johannes ficou com o bronze.

Nas maratonas paralímpicas T53/54, o britânico Johnboy Smith venceu entre os homens e a australiana Madison de Rozario ganhou no feminino.

Ciclismo


Mais medalhas foram distribuídas neste sábado no ciclismo de pista. A neozelandesa Bryony Botha foi a vencedora na perseguição individual feminina, superando a australiana Maeve Plouffe. Neah Evans, da Escócia, ganhou o bronze.

Na final da perseguição masculina, Aaron Gate ganhou o duelo neozelandês contra Tom Sexton. O australiano Conor Leahy ficou com o bronze.

No sprint individual feminino, Ellesse Andrews, da Nova Zelândia, levou a melhor sobre a canadense Kelsey Mitchell por 2-0 para ficar com o ouro. A galesa Emma Finucane ganhou o bronze.

O trinitino Nicholas Paul foi o vencedor do Keirin masculino, seguido pelo escocês Jack Carlin e pelo malaio Shah Sahrom.

Mas um momento dramático marcou a prova do keirin. O inglês Joe Truman se chocou com o australiano Matt Glaetzer e ambos caíram, com Truman batendo a cabeça no chão e ficando inconsciente.

Truman recuperou a consciência logo após e sofreu uma suspeita de fratura da clavícula. Abaixo segue o vídeo do acidente:   

Natação


O sábado foi uma festa de medalhas em Birmingham com dezenas de finais. O inglês Ben Proud faturou o 50m borboleta, seguido por Tzen Wei Thong, de Singapura, e Cameron Gray, da Nova Zelândia.

Nos 50m peito feminino, a sul-africana Lara van Niekerk levou a melhor. A inglesa Imogen Clark ficou com a prata e a australiana Chelsea Hodges ganhou o bronze.

O escocês Duncan Scott foi o vencedor nos 200m Livres masculino. A prata foi para o inglês Tom Dean e o bronze para o australiano Elijah Winnington. 

Nos 400m Medley masculino, o neozelandês Lewis Clareburt ficou com o ouro. O australiano Brendon Smith faturou a prata e o escocês Duncan Scott com o bronze.

Margaret Macneil, do Canadá, foi a vencedora dos 100m borboleta feminino com novo recorde dos Jogos, o tempo de 56.36s. As australianas Emma McKeon (2º) e Brianna Throssell (3º) completaram o pódio.

A vitória nos 100m costas masculino foi para o sul-africano Pieter Coetze. O inglês Brodie Williams foi o segundo colocado e o australiano Bradley Woodward terminou em terceiro lugar.

No revezamento 4x100m livres feminino, a Austrália foi a vencedora, com 3:30.64, seguida pela Inglaterra e pelo Canadá. Na prova masculina, o ouro também foi australiano, com 3:11;12, recorde dos Jogos. A Inglaterra também foi prata e o Canadá repetiu o bronze.

Nas duas provas paralímpicas do dia, os 50m livres categoria S13, os ouros ficaram com o canadense Nicolas Turbide no masculino e a australiana Katja Dedekind no feminino.





Levantamento de Pesos


Na abertura da competição de levantamento de pesos, a Malásia foi a grande vencedora do dia. Nos 55kg masculino, o ouro foi para o malaio Bin Kasdan Amiq, com 249kg no total. O indiano Sanket Sargar foi prata e o cingalês Dilanka Yodage pegou o bronze.

Nos 61kg masculino, o malaio Aznil Muhamad ficou em primeiro, com um total de 285kg, recorde dos Jogos. O papuásio Morea Baru ganhou a prata e indiano Gururaja Gururaja ficou com a medalha de bronze.

A indiana Chanu Mirabai foi a vencedora nos 49kg feminino, com um total de 201kg, recorde dos Jogos. Em segundo ficou a mauriciana Marie Ranaivosoa e em terceiro a canadense Hannah Kaminski.

Na prova dos 55kg feminino, a nigeriana Adijat Olarinoye ficou em primeiro, com 203kg, recorde do campeonato. A indiana Bindyarani Sorokhaibam foi a segunda colocada e a inglesa Fraer Morrow terminou em terceiro.

Ginástica Artística


A Inglaterra ganhou a prova por equipes no feminino, somando 161.100 pontos. A Austrália ganhou a prata, com 158.000 pontos e o Canadá o bronze, com 152.700 pontos.

Quadro de medalhas


A Austrália já ensaia uma disparada no quadro de medalhas, com 13 ouros (32 no total). Mais do dobro da segunda colocada, a Nova Zelândia, que tem 7 ouros (13 no total). A Inglaterra com 5 ouros (21 no total) ocupa o terceiro posto.

O Canadá com 3 ouros (11 no total) e a Escócia com 2 ouros (12 no total) completam o top 5 do quadro.



Fotos: Stoyan Nenov/REUTERS e Divulgação

Postar um comentário

To Top