Geovanna Santos conquista dois ouros no último dia do Pan de ginástica rítmica



A ginasta Geovanna Santos foi o destaque deste sábado (9), no Pan-Americano de ginástica rítmica, realizado no Rio de Janeiro. Ela venceu nas maças e na fita, fechando sua participação no Pan com dois ouros e uma prata em quatro provas. 


Seu primeiro ouro do dia foi na maças, onde mesmo com uma pequena falha, ela levou o título com 30.550 de nota. O erro levou a ela a acreditar que o ouro não vinha, já que as adversárias tinham conseguido pontuações altas, mas isso não foi impeditivo. 


Com "Rajadão", de Pablo Vittar, ela conseguiu seu segundo ouro do dia. A apresentação foi espetacular e levantou a plateia. Geovanna contou ao Surto Olímpico, que a ideia de usar a música veio após uma montagem de fãs com a canção e ambas decidiram seguir a ideia.


Já sobre seu desempenho, no Pan, a atleta brincou. " Ainda não estou com dor no pescoço, cabem mais (medalhas) para as próximas competições".


Ela ainda foi oitava colocada na bola. Maria Flávia de Barros, de apenas 16 anos, foi sétima colocada no arco e sexta na bola. 


Conjunto ganha um ouro e uma prata

Conjunto brasileiro no arco (Foto: Ricardo Bufolin/ CBG)

Um dia após ser campeão no conjunto geral, a equipe de conjunto brasileira venceu a disputa dos arcos e ficou em segundo no misto (duas bolas e três fitas). 


No arco, o grupo formado por Maria Eduarda Arakaki, Deborah Medrado, Nicole Pircio, Giovanna Oliveira e Bárbara Galvão alcançou 32.550 pontos. Em declaração ao Surto, elas falaram que essa apresentação foi melhor que a de quinta, quando a nota foi 33.150, já que os erros foram menores.


No misto, uma das fitas acabou caindo e elas fizeram 28.700 pontos, contra 29.500 do México e assim saíram com a prata. Com isso, o Brasil fecha a competição com quatro ouros e quatro pratas.


Perguntadas sobre o futuro da equipe, que vem acumulando medalhas, elas responderam. "Agora o nosso foco é o Campeonato Mundial e a gente quer chegar lá para disputar nas cabeças para conseguir mais pódios lá."


Também neste sábado, o conjunto juvenil foi campeão geral, alcançando 51.450 pontos. Em entrevista, o time formado por Isadora Liberato, Laura Castro, Fernanda Lenz Heinemann, Yumi Rodrigues e Lavínia Rocha disse o lema da equipe, "O processo dói, mas o resultado cura." 


O lema foi citado, após elas contarem que passaram três meses longe de casa, para que a vitória em casa fosse alcançada. 


Foto: Ricardo Bufolin/ CBG

Código adsense convertido aqui

Postar um comentário

Bem-vindos ao Surto Olímpico!
Bem-vindos ao Surto Olímpico!
To Top