Equipe brasileira de ginástica artística leva bronze na categoria juvenil do Pan-Americano

Equipe brasileira juvenil comemora o bronze no Pan-Americano de ginástica artística. Foto: Ricardo Bufolin/CBG

Na zona mista, só sorrisos, brincadeiras e até ensaio para as entrevistas. O humor da seleção masculina juvenil não poderia estar melhor nesta quinta-feira (14): os meninos inauguraram o Pan-Americano de ginástica artística com medalha de bronze por equipes, somando 224.000 pontos e garantindo pelo menos um brasileiro em cada aparelho para as finais no sábado (16). 

João Victor Perdigão foi o destaque brasileiro, obtendo um somatório total de 75.250, que lhe conferiu o sexto lugar no individual geral. O mineiro de 17 anos também se classificou para as finais por aparelho nas barras paralelas, barra fixa e argolas. 

Além de Perdigão, as boas apresentações de Kayke Santos (solo), Bruno da Silva (cavalo com alças e salto) e Bernardo Santos (cavalo com alças) também garantiram finais importantes para a seleção.

No feminino, no entanto, a medalha não veio. Na competição por equipes, o time ficou em quarto ao somar 145.399 pontos, enquanto a Argentina, terceira colocada, fez 146.067. No individual geral, a melhor brasileira classificada foi Andreza Lima, que ficou na sexta posição. A ginasta de 15 anos classificou-se para as finais do salto, barras assimétricas e solo. Josiany Calixto, no solo, e Gabriela Barbosa, na trave, se juntarão à Andreza na disputa dos aparelhos. 

Estados Unidos dominam os pódios

A equipe estadunidense mostrou que sua renovação não enfrenta problemas. No feminino, o pódio do individual geral só não foi totalmente pintado de azul, vermelho e branco devido ao limite de duas atletas por país. Dessa forma, Dulcy Grey Caylor (EUA) levou o ouro, Tiana Sumanasekera (EUA), a prata e Isabella Ayelen Ajalla (ARG), o bronze, ultrapassando a estadunidense Alicia Dorothy Zhou pelo critério citado acima. 

Na competição por equipes, elas ficaram em primeiro com 157.266, seguidas das canadenses (146.899) e das argentinas (146.067). 

No masculino, Frederick Nathaniel Richard foi ouro no individual geral e dois colombianos, Angel Gabriel Barajas Vivas e Keynher Camilo Vera Carrascal, fecharam o pódio. Entre as equipes, os estadunidenses também garantiram a primeira colocação, seguidos dos canadenses. 

Pan-Americano de ginástica artística

Amanhã (15), a categoria adulta compete na Arena Carioca 1 e os vencedores do individual geral e por aparelhos já serão definidos. A competição terá transmissão do Canal Olímpico do Brasil e do Sportv. 

Postar um comentário

To Top