Corredores pegam caminho errado na Maratona de Estocolmo


Três corredores pegaram o trajeto errado durante a Maratona de Estocolmo (SWE), disputada no último domingo (5).

O queniano Felix Kirwa, o eritreiense Merhawi Kesete e o seu compatriota Anbesa Tesfaye, que lideravam a maratona, fizeram um caminho errado e os organizadores só conseguiram avisar ao trio praticamente dois minutos depois do erro.

Primeiramente, segundo o comitê organizador, um policial na moto teria mostrado o caminho errado, pois o local era estreito e o carro com o relógio não conseguiria passar. A polícia criticou o comitê, que voltou atrás e falou que não foi culpa dela e que pode ter sido um erro de comunicação.

Após retornarem ao caminho correto, os três já haviam sido alcançados pelo pelotão que tinha ficado para trás. O queniano Kirwa acabou ganhando com o tempo de 2:11:06, correndo 42.800m, quase 700m a mais que a distância convencional.

Mesmo com esse erro, o tempo de Kirwa foi o terceiro melhor tempo da história da maratona.

Mesmo por não ter conseguido quebrar o recorde em virtude do erro, a organização irá pagar ao queniano o bônus da quebra do recorde, no valor de 5.000 dólares (R$ 23.975,00).

A prova feminina foi vencida pela etíope Tsige Haileslase, com o tempo de 2.31.48

Foto: Johan Jeppsson / TT News Agency via AP / NTB Photo

Postar um comentário

To Top